Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Minha História - Emerson Bisan

14/7/2003, por Flávia de Almeida Prado

Voltar para Menu das Histórias de Corredor
*Texto de no máximo 4 mil caracteres [ou duas (02) páginas]
**máximo cinco (05) Imagens em JPEG - resolução 150 DPIS
OS TEXTOS SERÃO REVISADOS E EDITADOS SEGUNDO CRITÉRIOS DE REDAÇÃO CORPORE.ORG.BR
Exclusivo para Associados Corpore

Emerson Bisan – Técnico, Atleta e Diabético – Corredor Associado Corpore em Minha História

Durante um tempo não dava para imaginar que um dia estaria aplicando treinos e provas de corridas de 5 a 10 Km, meia maratona, maratona e ultramaratona. Mas dez anos se passaram e aqui estamos, além disso, escrevendo para a coluna de uma instituição que procura proporcionar um bem estar físico e mental para as pessoas.

Ainda aluno de educação física e estagiario, procurava dar aos alunos muita atenção e apresentar um bom conhecimento técnico. No entanto não percebia que aquela pessoa que mais me incentivara a ser um professor de educação física estava sofrendo dos males que eu tanto orientava meus alunos a combaterem e prevenirem: excesso de trabalho, má alimentação, sedentarismo e estresse. Resultando em 91Kg com palpitação, cansaço e indisposição até para atravessar de uma calçada para outra.

Iniciei com meu pai, então, um programa a longo prazo. Começamos com caminhadas e progredimos para o trotezinho. Chegamos às corridas mais prolongadas. Ele administrava seus exercícios nas horas vagas e, nos finais de semana, procurava esforçar-se mais. Logo era ele quem me “atormentava” para treinar. Chegávamos a ficar duas horas treinando e conversando.

Nesta época descobri que estava com diabetes do tipo I, insulino. Mas percebi que quando me aplicava nas corridas, a doença recuava e até era necessário diminuir os medicamentos.

Eu me espelhei em treinadores como Wanderlei de Oliveira e Ricardo Arap, que me impressionavam pelo respeito que tinham dos seus treinandos. Encontrei aí a área em que me dedicaria de forma especial.

Em 1996 iniciei com meu pai o treinamento para a maratona de Ribeirão Pires. Foram 12 semanas de treino, seguindo o roteiro publicado pelo Wanderlei em uma revista. E um ano após o diagnóstico da doença estávamos completando a nossa 1a maratona por volta de 4 horas e, emocionado abraçava meu pai chorando e dizia: conseguimos.

Especializei-me em Treinamento Desportivo de Alto Nível na Academia Estatal de Cultura Física de Moscou, Rússia, e continuamos a treinar juntos e fazer as nossas provas. Na maioria das vezes terminava antes que meu pai, em 96 em Blumenau o combinado como sempre era irmos junto até o quilômetro 32 e depois eu aceleraria nos últimos 10 Km. Mas daquela vez não estava tão preparado quanto ele e tenho que agüentar até hoje o fato dele praticamente ter me carregado até a chegada.

 

 

E o locutor chamando nossos nomes com nosso tempo recorde na maratona – 3:32’

Até hoje foram 22 maratonas sendo o melhor tempo 2:54’ e duas ultramaratonas de 24 horas.

Atualmente meu pai mora em Porto Alegre e eu cuido da Equipe de Corridas da Academia Reebok Sports Club onde sou personal trainer e membro da ATC (Associação dos Técnicos de Corrida de São Paulo), entidade que tem ajudado a organizar as atividades na Cidade Universitária.

Com tanto trabalho sobra pouco tempo para uma maior dedicação aos treinos pessoais, mas nunca deixo de treinar e participar. Preciso disso para continuar motivado a viver e fazer amigos como todos vocês, que procuram na corrida uma forma de equilibrar melhor a vida. E depois de cindo anos casado está chegando aí a herdeira, a Isabela, para o mês de outubro. Finalmente depois de 22 maratona estarei debutando em Nova York.

A corrida para mim é muito mais que negócio, profissão ou esporte, posso dizer que faz parte da minha vida.

Associado Corpore: Gostou da história que acabou de ler? Pois então colabore com esta coluna. Divida suas histórias com outros corredores. Para isso, nos envie seu texto* e imagens** para [email protected] e aguarde a publicação aqui no site! Participe





 
Últimas notícias
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
Revista Distance Running
Meia Maratona Corpore da Cidade de São PAULO
 
Por: Flávia de Almeida Prado

2002-2018 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH