Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Entrevista - Nelson Evêncio

25/10/2005, por Marcel Trinta

Seguindo nossa série de entrevistas com técnicos de corrida, chegou a vez de Nelson Evêncio que trabalha diretamente com a corrida desde 1995 e hoje, além de ter a sua assessoria esportiva onde passa treinamento aos alunos, divide seu tempo na vice-presidência da ATC (Associação dos Técnicos de Corrida de São Paulo). Isso sem contar o tempinho que ele precisa arrumar para seu próprio treino, já que ainda corre muitas provas, inclusive com seus alunos.

Confira abaixo entrevista na qual Nelson fala um pouco sobre seu trabalho, carreira, participação em provas, como ele encara a atividade física e trabalha a corrida de rua junto aos seus atletas.

Como começou seu interesse pelas corridas de rua?
Desde de criança sempre gostei muito de esportes, principalmente futebol. Em 1989, ingressei a Faculdade de Educação Física e comecei correr com maior freqüência, incentivado por um grande amigo, o Carlos Cherpe, que era atleta profissional. Logo vieram as primeiras vitórias nas provas de pista e nunca mais quis deixar de treinar e correr!

E quando você começou a trabalhar diretamente com as corridas?
Trabalhei em academias, com atletismo em provas de campo e pista, na área de preparação física de outras modalidades e com marketing esportivo. Nestas 2 últimas continuo desenvolvendo algumas ações, mas a corrida sempre foi minha área principal de atuação desde 1995, quando iniciei minha pós-graduação.

O que o estimulou a se tornar um técnico de corrida?

Ser técnico de corrida foi uma coisa muito natural, pois decidi que iria juntar aquilo que aprendi na faculdade, na prática como atleta, estudar mais e mais, e passar esta experiência para outras pessoas.

E o que o faz continuar com essa dedicação atualmente?
Hoje, diria que o que mais me estimula acordar de madrugada todos os dias para dar treino é o fato de poder ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos. É algo indescritível!

Quando surgiu a Nelson Evêncio Assessoria Esportiva?
A Nelson Evêncio Assessoria Esportiva existe com este nome desde 2000, mas, na verdade, surgiu em 1995, quando tinha o nome de Scientific Training, época que era mais voltada para a área do Personal Training.

Como funciona a sua assessoria?
Somos em 4 professores e treinamos pessoas de todos os níveis, desde um iniciante até um atleta profissional, que participam das melhores corridas aqui no Brasil e fora do país. Atendemos executivos, empresários, profissionais liberais, estudantes e atletas competitivos. Pessoas que visam saúde e ou performance, mas que preferem treinar em uma equipe com um número menor de alunos, onde podem ter muita atenção e um treino individualizado.

De que forma vocês fazem esse atendimento?
Cada aluno tem sua planilha elaborada de acordo com seu nível, suas dificuldades de horários e com suas atividades profissionais.

Você ainda participa de provas, corre com os alunos...?
Sim, participo de provas e corro com quase todos os meus alunos, pois é uma maneira de motivá-los. Além de dar bom exemplo e de poder desfrutar dos benefícios da corrida, gosto de treinar para poder sentir aquilo que meus alunos e meus atletas sentem. Gosto de participar de provas pra me divertir ou para bater meus recordes, pois aquele espírito de atleta é uma coisa que sempre mantenho acesa! Sou uma pessoa muito feliz e posso dizer que a corrida tem grande participação neste processo.

A cada dia temos mais praticantes da corrida de rua no Brasil. Como você vê esse crescimento?
O crescimento das corridas no Brasil é algo fantástico e muito positivo, que combate o sedentarismo além de tornar as pessoas mais felizes e gerar um excelente mercado de trabalho para os profissionais de saúde, fabricantes, vendedores de material esportivo, prestadores de serviços e etc.

Ainda estamos numa crescente?
Ainda há milhares de pessoas atrás de uma mesa de escritório que em breve serão beneficiadas pela prática da corrida e tornarão esta "massa" ainda maior. Só temos que tomar muito cuidado para que este crescimento não ocorra de forma desordenada buscando novos pontos de treinamento, novos percursos para as provas, provas menos lotadas e com intervalos maiores entre uma e outra.

São Paulo é o maior pólo de corridas de rua hoje no Brasil?

Sim, São Paulo é um modelo e notamos isto tanto na organização de provas, quanto na
quantidade de assessorias esportivas e profissionais de destaque.

Quais os cuidados necessários para quem está iniciando no esporte?

O iniciante deve contratar um profissional credenciado pelo CREF [Conselho Regional de Educação Física], assim como nas outras áreas profissionais, pois treinar por conta própria ou mal orientado é um grande risco para a saúde. Deve passar por uma avaliação médica - cardiológica e ortopédica - e progredir gradativamente, sempre com muita paciência, sem querer pular etapas. Tem gente que nunca correu e já pensa em fazer maratona. Um grande erro.

Você é o vice-presidente da ATC e um dos sócio-fundadores da entidade. Qual a importância dela para os treinadores e para os corredores?

A ATC é uma instituição que visa organizar a classe dos treinadores de corrida, estimular a ética entre eles, representá-los perante os órgãos públicos e privados, organizar a ocupação dos espaços utilizados para treinamento, prestar auxilio técnico as organizações de eventos relacionados a corrida e outras ações mais que trazem benefícios diretos aos corredores.

Como você vê o trabalho da Corpore junto aos treinadores e corredores?
A Corpore é um grande marco na organização de corridas nos Brasil, além de ser uma instituição de grande representatividade dos corredores perante os órgãos públicos e privados. Destaco toda segurança, pontualidade e respeito que proporciona aos corredores, oferecendo sempre a garantia de um ótimo evento, respeito e espaço a treinadores. Existem outros clubes bem organizados em outros estados, que contribuem para o crescimento da corrida no Brasil, mas o profissionalismo da Corpore é exemplar.

O que você acredita que ainda falta nas corridas de rua?
Em geral, ainda faltam opções de percursos mais curtos e com altimetria mais favorável, uma vez que há muitos iniciantes ingressando nas provas, mas a cada ano percebemos novidades e a busca por melhorias.



 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH