Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Corrida Infanto Juvenil Nike Corpore - Veja como foi

15/09/2007, por Marcel Trinta

Galeria de fotos

Mais uma vez a pista de atletismo Ícaro de Castro Mello esteve lotada por famílias inteiras que acompanharam a Corrida Infanto-Juvenil Nike Corpore, realizada na tarde de 15 de setembro.

A partir das 12h30 os participantes já chegavam com seus responsáveis para, mais do que disputar uma prova, aproveitar essa bela tarde de sol forte de uma maneira diferente, como alguns dos participantes já estão acostumados. “É a segunda vez que ele participa. Eu acho muito importante esse incentivo para a criança quem sabe no futuro ele não seja um atleta de vitórias”, afirmou Vera Maria dos Santos, mãe de Pedro Henrique Viana dos Santos.

Chegando ao evento, era preciso retirar camiseta Nike, número de peito, pulseiras e credenciais e, após isso acompanhar as atrações que o evento disponibilizou antes mesmo das largadas. Uma banda agitava a galera e a banda do Exército também esteve presente. Inclusive, foram eles que tocaram o hino nacional durante o hasteamento da bandeira.

A partir das 14h40, as primeiras baterias dos atletas-mirins de 4 anos começaram a largar para seus 50 metros de prova. E um espectador e incentivador da prova se destacava: Adriano Bastos, um dos corredores mais conhecidos atualmente foi o padrinho da prova e pela primeira vez acompanhou o evento: “Fiquei muito surpreso com esse convite. É bom saber que estou sendo querido nesse meio esportivo. Estou gostando muito, o evento é muito legal, divertido. Legal ver a garotada começando, recebendo o incentivo dos pais. Trazer as crianças aqui é pensar no futuro, na qualidade de vidas delas e possivelmente torná-las esportistas. Eu mesmo comecei assim, acompanhando meus irmãos. E esse evento, assim como os outros Corpore, é impecável. Uma estrutura que atende a todos”.

Quem também esteve no evento foram os representantes da Acoruja – Associação de Corredores de Rua do Rio de Janeiro, que vieram acompanhar a prova e fazer um “intercâmbio”. Luis Viana, Diretor de Planejamento da Associação, falou sobre a experiência: “Não tínhamos dúvidas de encontrar um evento desse porte e com essa organização. Temos um projeto de fazer um evento como esse no Rio de Janeiro e viemos aprender junto com a Corpore a melhor maneira de fazê-lo. Ele acontecerá no dia 12 de outubro”.

As baterias largaram de forma crescente por idade e, assim que uma acabava, outra já estava preparada, com as crianças a postos esperando para conquistar a sua medalha.

Choro, apreensão, riso, descontração e comemoração. Em cada um dos participantes era possível encontrar uma dessas emoções estampada no rosto. Na maioria das vezes, essas emoções também apareciam nos rostos de seus pais.

E tudo isso se transformava em alegria e diversão no encontro dentro da Arena Central que é para onde os atletas-mirins eram encaminhados após completar sua bateria e retirar medalha, lanche e brindes.

Dentro da arena, muitas opções de entretenimento e brinquedos, o que tornou o evento uma verdadeira festa. Os primos Guilherme, Nathalia, Ana Carolina e Giovanna participaram juntos da corrida. Nathália e Ana Carolina já participaram de outras três edições da prova promovida pela Corpore. Trouxeram o primo Guilherme para correr pela primeira vez. “Eu gostei muito e voltarei todo ano agora”, disse Guilherme.

Assim como Guilherme, outros estavam participando pela primeira vez: “Eu já participei várias vezes de corridas da Corpore. Meu filho me viu correr algumas vezes e ele quis ser o participante e ganhar sua medalhinha, por isso nós estamos aqui. Ele está participando pela primeira vez e tem 7 anos. Como sempre a organização da Corpore está ótima, eu gosto sempre e nunca tive o que reclamar dos eventos promovidos pela Corpore. Nem fila para retirar os kits nós tivemos que pegar”, afirmou Rafael Magdaleno pai de Rafael Magdaleno Junior.
Durante as baterias, a Corpore continuou dando seus passos para a inclusão social e divulgar saúde, educação e cidadania através da corrida e caminhada, pois mais uma vez houve a participação de crianças portadoras de necessidades especiais, contando inclusive com guias voluntários. A emoção não só das crianças como de todos os espectadores do evento era quase palpável em cada uma dessas baterias.

A inovação do evento ficou por conta das provas der revezamento. Pela primeira vez, a Corpore deu espaço para a competição nesse evento festivo, pois a cada uma das baterias de revezamento houve premiação com troféu para as 3 primeiras equipes.

O revezamento aconteceu após todas as baterias individuais. Foram 5 disputas no revezamento 4x100m: 3 masculinas e 2 femininas, todas com equipes convidadas. “Essa idéia surgiu para homenagear as equipes 4x100m do Brasil, já que temos medalhas olímpicas nessa prova. Além disso, é um novo norteamento da Corpore, pois percebemos que esse público de 12 a 15 anos já tem outros objetivos”, contou Mario Rollo, Diretor Técnico da Corpore.

Para David Cytrynowicz, Presidente da Corpore, essa foi uma boa experiência: “O tempo ajudou bastante e o revezamento foi uma experiência e foi feita com segurança. Aprendemos com essas baterias e teremos novidades no próximo evento”.

Com o final das disputas e premiação das equipes, mais uma prova infanto-juvenil chegou ao fim e com ele a certeza de que esse evento se tornou especial e enche pais, filhos, tios e avós de expectativa não só pela corrida, mas por divulgar a saúde e trazer uma tarde diferente para as famílias.

 

Resultados do revezamento

Revezamento Masculino- Bateria 1
Lugar Equipe Tempo
1 S. Paulo F.C./ Projeto Kiatleta 56.54
2 Crianças de Ouro- Ecus Suzano 57.10
3 Dio's Running Team 57.31
4 Cross Trainer 59.61
5 Alta Velocidade - 2 1:06.13

Revezamento Feminino- Bateria 2
Lugar Equipe Tempo
1 Symap 58.30
2 Dio's Running Team 59.42
3 Alta Velocidade 4 1:00.48
4 Crianças de Ouro - Ecus - Suzano 1:01.36
5 E.E. Prof. Aparecida Dourado 1:09.37

Revezamento Masculino- Bateria 3
Lugar Equipe Tempo
1 Cross Trainer 2 53.17
2 Symap 55.20
3 E.E.Prof° Aparecida Dourado 58.26
4 AABB 59.86
5 Alta Velocidade 3 1:02.40

Revezamento Feminino- Bateria 4
Lugar Equipe Tempo
1 Alta Velocidade 5 59.36
2 Symap 2 1:02.35
3 E.E.Prof° Cyro Barreiros 1:08:80
4 Alta Velocidade 6 1:13.15
5 Instituto Criança Cidadã 1:13.30

Revezamento Masculino- Bateria 5
Lugar Equipe Tempo
1 Alta Velocidade 1 52.12
2 Instituto Criança Cidadã 56.12
3 Crianças de Ouro/ECUS Suzano 56.36
4 E.E. Prof. Cyro Barreiro 57.79

 

Baterias

4 ANOS (50 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1 0:15.56 1:00.02
2 0:16.00 1:05.05
3 0:15.00 0:28.10
4 0:13.57 0:32.35
5 0:12.05 0:38.20
6 0:12.05 0:27.40
7 0:11.30 0:22.62
8 0:12.07 0:27.21
9 0:14.05 0:21.10
10 0:13.03 0:17.40
11 0:15.01 0:22.68
12 0:11.40 0:18.65
13 0:15.05 0:23.96
  0:11.30 1:05.05

 

05-06 ANOS (100 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1 0:18.91 0:32.61
2 0:10.75 0.28.58
3 0:16.10 0:27.48
4 0:11.10 0:28.78
5 0:09.75 0:20.54
6 0:14.57 0:28.02
7 0:11.56 0:26.59
8 0:20.17 0:31.13
9 0:21.16 0:32.40
10 0:19.72 0:36.76
11 0:21.67 0:55.22
12 0:15.94 0:42.21
13 0:14.34 0:46.69
14 0:19.25 0:31.54
15 0:19.57 1:13.75
16 0:13.87 0:36.05
17 0:18.47 0:28.60
18 0:17.10 0:26.35
19 0:18.47 0:24.22
20 0:13.87 0:25.39
21 0:19.57 0:27.34
22 0:20.21 0:28.41
  0:09.75 1:13.75

 

07 E 08 ANOS (200 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1
0:19.03
0:34.91
2
0:22.04
0:38.26
3
0:21.44
0:40.45
4
0:25.46
0:42.52
5
0:20.67
0:30.56
6
0:29.57
0:27.81
7
0:37.07
0:59.01
8
0:22.41
0:49.93
9
0:33.60
0:42.13
10
0:32.86
0:59.01
11
0:30.44
1:02.00
12
0:28.94
0:45.13
13
0:27.84
0:41.33
14
0:30.44
0:35.26
15
0:28.72
0:38.68
16
0:27.07
0:33.00
17
0:26.08
0:34.99
18
0:25.05
0:32.08
19
0:30.06
0:45.05
20
0:28.25
0:34.01
21
0:37.00
0:39.40
22
0:28.04
0:39.40
23
0:30.07
0:38.64
 
0:19:03
1:02:00

 

09 E 10 ANOS (300 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1
0:28.01
1:45.00
2
0:25.07
1:49.14
3
0:25.10
0:48.38
4
0:23.30
0:38.50
5
0:20.30
0:32.85
6
0:18.02
0:38.89
7
0:28.57
0:59.18
8
0:23.07
0:37.57
9
0:25.03
0:39.88
10
0:26.03
0:45.28
11
0:25.05
1:33.27
12
0:23.20
1:09.10
13
0:24.05
1:00.01
14
0:21.12
0:54.29
15
0:22.15
0:46.86
16
0:30.91
1:15.22
 
0:18:02
1:49:14

 

11 E 12 ANOS (400 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1
1:16.37
1:46.14
2
1:25.60
1:54.13
3
1:13.97
2:05.18
4
1:17.90
1:58.65
5
1:03.60
1:59.76
6
1:17.72
1:52.10
7
1:13.65
1:45.51
8
1:19.56
3:16.14
9
1:19.74
2:38.42
 
1:03:60
3:16:14

 

13 E 14 ANOS (600 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1
1:44.03
2:56.00
2
1:50.07
2:34.18
3
2:15.53
3:56.01
4
1:30.67
2:36.19
5
1:49.66
2:59.55
6
1:45.50
2:10.56
7
1:26.87
3:27.11
1:26:87
3:56:01

 

15 ANOS (800 METROS)
BATERIA
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1
3:07.25
4:53.96
2
2:19.67
3:34.28
 
2:19:67
4:53:96



REVEZAMENTO (400 METROS)
MENOR TEMPO
MAIOR TEMPO
1 (MASC.)
0:55.87
1:19.26
2 (FEM.)
0:56.32
1:23.83
3 (MASC.)
0:51.75
1:02.22
4 (FEM.)
0:58.57
1:14.23
5 (MASC.)
0:50.34
1:12.37
 
0:50:34
1:23:83

 

 



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH