Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Minha História - Samuel Sitnoveter

17/04/2008, por Corpore
Voltar para Menu das Histórias de Corredor

OS TEXTOS SERÃO REVISADOS E EDITADOS SEGUNDO CRITÉRIOS DE REDAÇÃO CORPORE.ORG.BR
Exclusivo para Associados Corpore

Samuel Sitnoveter

O dia 13 de abril foi especial para os milhares de participantes que completaram o desafio da IX Meia Maratona Corpore Açúcar União da Cidade de São Paulo.

Mas para um atleta o evento foi realmente marcante por ter conseguido completar os 21,1km com apoio total da organização da prova e compreensão da CET. Por isso mesmo ele resolveu mandar sua história para agradecer e para que toda a comunidade de corredores tenha conhecimento de sua vitória. Confira abaixo o relato de Samuel :


Sou obeso mórbido, IMC= 41 e 128 quilos. Repetente no SPA com 25 internações. Por conta do peso, não posso correr, apenas caminhar.

Domingo passado, 13 de abril, completei os 21 quilômetros da Meia Maratona Corpore Açúcar União da cidade de São Paulo. Como fui o único participante que andou do início ao fim, terminei em último lugar, antes dos que desistiram no meio da prova, antes de todos que nem se atreveram a se inscrever. Meu tempo: 3h34.

Gostaria de compartilhar com vocês a ajuda que tive para resistir à tentação de desistir e o incentivo de todos ao meu redor:

- Um dos monitores da organização ficava indo e vindo de moto para conversar com a CET para que atrasassem a liberação das ruas para que eu pudesse continuar - o penúltimo colocado chegou meia hora antes de mim. Foram várias negociações para adiar a liberação das ruas por mais meia hora.

- A partir da metade da prova, foram designados dois paramédicos em bicicletas para acompanhar o último "corredor". Os dois não me deixavam desistir de maneira alguma, me incentivando durante a uma hora e meia final. Além dos paramédicos, ficava uma ambulância, que emparelhava comigo me oferecendo uma massagem nas pernas sempre que eu ameaçava desistir. Não parei para a massagem para não atrapalhar ainda mais o trânsito.

- Logo depois da faixa "Metade do percurso" um grupo de 20 monitores me saudaram com palavras de incentivo.

- No último quilômetro, sem mais ninguém para tomar conta, todos os 12 paramédicos de bicicleta e todas as quatro ambulâncias móveis, com faroletes ligados, me acompanhavam em caravana.

- O pessoal do som foi avisado sobre minha chegada iminente. Tive uma recepção digna de campeão: 60 monitores fizeram um corredor nos últimos 50 metros, me parabenizando. O alto-falante tocava a música de chegada do Ayrton Senna e colocaram aquela fita de chegada para eu romper com o peito.

Não deixem de tentar. Não deixem à obesidade limitar seus limites.

Se eu consegui, você também consegue!

O tempo limite para a conclusão da prova era de 3h devido às limitações impostas pela CET a fim de não trazer problemas para o tráfego na cidade de São Paulo. Apesar da compreensão dos técnicos da CET que estavam no local na ocasião da IX Meia Maratona Corpore Açúcar União da Cidade de São Paulo, lembramos que os participantes devem se ater ao tempo limite indicado no regulamento.

Associado Corpore: Gostou da história que acabou de ler? Pois então colabore com esta coluna. Divida suas histórias com outros corredores. Para isso, nos envie seu texto* e imagens** para [email protected] e aguarde a publicação aqui no site! Participe!!

 



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Corpore

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH