Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Desafio Pico do Itapeva - Campos do Jordão- Veja como foi

15/09/2008, por Marianna Abdo


Galeria de fotos

Dia 13 de setembro, cidade de Campos do Jordão, termômetro marcando 11°, 61 corredores e 48km de puro desafio. Era esse o cenário que quebrava o silêncio da cidade a partir das 6h.

“A expectativa é acabar, não faço previsões, principalmente numa prova como essa. Eu acabando estou feliz”. Essas foram as palavras da corredora Sônia de Freitas Gomes minutos antes de largar para a prova que venceria.

A corredora Sherida só pensava em aproveitar o clima da prova e treinar. “Eu espero curtir muito. Vou usá-la como treino, para sentir como estou na trilha”, disse.

Sherida que já participou da prova de revezamento contou um pouco da sensação singular que sente ao correr provas de aventura. “O friozinho na barriga é o que me faz correr essas provas. Essas corridas são diferentes, não é a mesma coisa do asfalto. É outra sensação, é você com você mesmo, não tem torcida só a natureza”.

Durante o percurso, muita terra, muito pó e pouco asfalto. Mas nenhum obstáculo foi suficiente para deter os atletas inscritos, que contaram com toda a estrutura da prova para completar o Desafio. “Foi uma prova que realmente foi um desafio. O Pico do Itapeva acabou me sobrecarregando. Liderei até o horto, mas depois não deu mais”, contou Flávio Freire que cruzou a linha de chegada em quinto lugar.

A campeã da prova sentiu na pele as dificuldades do percurso. “Achei que ia morrer! Completar esse Desafio é um prêmio. Chegar em primeiro foi um acidente. Adoro essas provas longas e só a Corpore para fazê-las”.

Sônia considerou o percurso ainda mais difícil que o Desafio Castelhanos. “As duas provas são bárbaras, mas essa tem mais dificuldades, pois é cheia de sobe e desce”.

O campeão Agnaldo Sampaio não teve folga durante os 48km, além de lidar com os adversários naturais (altitude, pedras e poeira), precisou administrar seu ritmo para vencer a prova. “Nessa prova é preciso usar a experiência, a inteligência e a paciência. Sem isso não dá para ganhar uma prova como essa. O Flávio subiu forte, depois do quilômetro 20 eu o passei, mas mesmo assim não tive mais folga porque os outros estavam atacando. Pra mim é uma realização ganhar essa prova, estou no fim da carreira, pensando em parar, então pra mim foi ótimo ganhar essa prova”.

No fim da tarde, ainda era possível ver corredores orgulhosos exibindo seu medalha no peito pelas ruas da cidade. “Acho que quem veio está feliz e a Corpore está de parabéns”, disse Otavio Ayres.

Contente com os resultados, o presidente da Corpore David Cytrynowicz garantiu a realização do evento em 2009. “Foi o primeiro ano que nós fizemos o Desafio, mas nós encontramos a formatação perfeita para esse evento. É um evento muito difícil, com um menor número de participantes, mas que necessita de uma estrutura muito grande, por isso ele acontece junto com o Revezamento. O percurso foi muito elogiado pelos atletas, acharam que foi efetivamente um desafio. Não tenho dúvidas que para quem quer emoções novas e distâncias maiores esse é o evento a ser escolhido”.

Superação

Os corredores Gustavo Levy e Hedy Lamarr Vieira de Almeida se perderam logo depois da largada e demoraram 50 minutos para voltar ao percurso correto. Mesmo correndo mais que os demais participantes não desistiram de completar o percurso. “Acho que valeu, valeu completar a prova. Tenho que agradecer à Corpore, à equipe Sem Limites, outros atletas no percurso que nos apoiaram durante a prova. Corredor é uma raça diferente. Ano que vem estou de volta. A dor é passageira, mas o orgulho é para sempre”, disse Gustavo.

Premiação


Geral- Feminino

Nome Equipe Tempo
Sonia de Freitas Gomes Avulso 4:45:26


Faixa Etária 40 e mais- Feminino

Nome Equipe Tempo
Naoko Sakagawa Kuriyama Equipe Triex 5:00:38
Simone Raiher Fábio Guimarães 5:06:44
Maria do Ceu Lemos Nascimento Flávio Freire Asses. Esp. S/C  5:08:14


Geral- Masculino

Nome Equipe Tempo
Agnaldo Sampaio de Oliveira Top Spin / Acrimet / Run Tech 3:41:12


Faixa Etária até 39 anos- Masculino

Nome Equipe Tempo
Decio Ribeiro Santos Jr D-RUN 3:42:40
Mauro Rosa Gehaka Running Team 4:10:17
Paulo Jose Ache Fugulin Avulso 4:30:12


Faixa Etária 40 e mais- Masculino

Nome Equipe Tempo
Paulo Anselmo Rocha Lacerda Trilopez - Sanches Sports 3:55:06
Aureo Adriano Silva Avulso 4:01:03
Flavio Luiz Alves Freire Flávio Freire Asses. Esp. S/C  4:06:21






 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marianna Abdo

2002-2022 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH