Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 
Ultramaratona Rio 24h- Fuzileiros Navais- Entrevista com primeiro inscrito


A Ultramaratona Rio 24h- Fuzileiros Navais será realizada dos dias 29 e 30 de novembro. A prova que contará com organização técnica da Corpore terá como palco a Pista de Atletismo da Escola Naval da cidade do Rio de Janeiro.

A classificação final será definida pela quilometragem percorrida por cada atleta. Henrique Gomes Jacob, 25 anos é corredor de longas distâncias e já se prepara para esse desafio. O estudante de Educação Física mora em Brasília e foi o primeiro a se inscrever.

Confira a entrevista!

Corpore: Desde quando corre e por que começou a correr?
Henrique: Eu corro há dois anos e três meses. Comecei a correr porque sempre tive em competições esportivas. Correr complementava o meu treinamento me dando uma grande resistência. A corrida de rua acabou se transformando em momentos de descontração e reunião de família e amigos.

Corpore: Desde quando participa de ultramaratonas?
Henrique: Fiz minha estréia em maio de 2007 em uma prova de 24 horas em pista, realizada em Curitiba. Depois disso competi na BR Ultramarathon 2008 (217km), 100km de Cubatão 2008, Spartathlon 2008 (246km) na Grécia. Também fui parceiro de um corredor brasileiro, o Manoel Mendes, na Badwater Ultramarathon 2007 (217km), no Vale Morte (EUA).

Corpore: Como ficou sabendo da Ultramaratona Rio 24h- Fuzileiros Navais?
Henrique: Meu amigo e diretor da prova BR135 Ultramarathon, Mário Lacerda, me passou um email contendo informações da corrida e me indicando o site da Corpore.

Corpore: Como é o movimento de corrida de rua em Brasília?
Henrique: O movimento de corrida em Brasília é bem grande e vem crescendo a cada ano. As principais corridas aqui são de 10km, maratonas de revezamento e algumas corridas de trilha. Este ano tivemos uma ultramaratona de 100km, vencida por um atleta da cidade. Aqui é o lugar perfeito para esportes ao ar livre.

Corpore: Já participou de outras provas realizadas pela Corpore?
Henrique:
Ainda não participei, mas sempre tive vontade.

Corpore: Como está se preparando para essa prova?
Henrique:
Procuro me preparar para ultramaratonas em geral com dois treinos diários de corrida, variando terreno, intensidade e volume. Faço também uma hora de musculação, com um dia de descanso na semana.
Para essa prova especificamente estou fazendo um treinamento de rodagem, já que venho treinando e competindo desde o começo do ano. Estou fazendo uma média de 100km, chegando a 140km por semana.
Tenho a ajuda de um nutricionista, fisioterapeutas, professores de Educação Física, acompanhamento médico e conto, principalmente, com o apoio da minha família.

Corpore: O que mais te atraí nas provas de longa distância?
Henrique: O desafio pessoal. Amo esse esporte. Apesar das dores e sofrimento, a satisfação de completar a prova é muito maior que tudo isso. É uma experiência particular. Nas provas longas, a superação dos limites, a elaboração de estratégias, o treinamento disciplinado, o controle mental na exaustão e o prazer em estar ali realizando um sonho são os fatores que mais me atraem para realizá-las. Prefiro sempre as corridas que têm apoio para assim poder dividir todos esses momentos especiais com os que me ajudam.

Corpore: Quais são suas expectativas para a Ultramaratona Rio 24h?
Henrique: Primeiramente quero ultrapassar minha melhor marca em uma corrida de 24h de pista. Depois quero buscar um podium na minha categoria, se eu conseguir vou oferecer o troféu para um amigo. Espero uma prova bem organizada para que todos possam desfrutar da melhor maneira possível.

Corpore: A premiação por faixa etária e em dinheiro é um estímulo a mais?
Henrique: Não corro por causa do dinheiro, mas com certeza a premiação é um estímulo a mais pelo reconhecimento do esforço feito.

 

Informações da prova

 

 

 



 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marianna Abdo

2002-2022 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH