Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Horst Milde: o homem que ensinou Berlim a Correr

14/01/2004, por Marcel Trinta




Para quem está acostumado a ver corridas bem organizadas, com apoio da polícia e outras autoridades e grande participação do público pode achar que tudo é muito fácil, mas na verdade não é assim. Organizar uma corrida não é brincadeira não, principalmente quando você é um pioneiro. Esse é um dos motivos que fez Horst Milde ser homenageado pela IAAf e ter sua história contada aqui.

 


Com 65 anos de idade e 40 anos dedicados às corridas, Milde é o diretor de prova de diversas maratonas, entre elas da Real Berlim Marathon. Sua importância em território alemão é tão grande que em Berlim ele é conhecido como o homem que ensinou Berlim a correr.

No dia 19 de novembro de 2003, Milde recebeu uma calorosa salva de palmas que ele mesmo classificou como a mais valiosa internacionalmente. Isso aconteceu durante uma recepção em que a IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) reuniu seu Conselho em Berlim e aproveitou a oportunidade para entregar à Milde uma placa de honra ao mérito pelo seu trabalho e comprometimento junto ao atletismo. A placa foi entregue pelo presidente da IAAF, Lamine Diack.

“Estou muito orgulhoso por ser honrado pela IAAF. Eu não esperava isso. Mas preciso dizer que isso só foi possível por contar com um grande time de co-organizadores comigo, que também são extremamente comprometidos com o esporte”, afirmou Milde.

Durante seus 40 anos de comprometimento com o esporte, Milde organizou cerca de 350 provas reunindo 1, 25 milhões de participantes. São números mundialmente surpreendentes e que, provavelmente, só podem ser comparados com o New York Road Runners Club.

Como tudo começou

Em 1964, Milde e seus amigos iniciaram uma das primeiras corridas campestre na Alemanha, mais precisamente na Berlim Ocidental, em Grunewald. Além disso, ela foi uma das primeiras corridas alemãs a permitir qualquer participação tornando-se logo na primeira edição a maior corrida campestre do país, com 700 participantes.

Maratona de Berlim

Em 1974, Milde organizou a primeira Maratona de Berlim, corrida próximo a Grunewald. Apenas em 1981, com ajuda das forças aliadas, Milde conseguiu permissão para fazer a primeira maratona na cidade de Berlim.

Mesmo com a ajuda das forças aliadas, os policiais ainda não haviam concordado com a idéia de fazer uma maratona e bloquear as ruas. “Não foi nada fácil convencê-los. ‘As ruas são para os carros’ os policiais falavam”, conta Milde. Com muito esforço e jogo de cintura a Maratona aconteceu e contou com 3.486 inscritos.

Nove anos depois, Milde conseguiu convencer os governantes para que a corrida passasse pela Berlim Oriental e Ocidental. Apenas três dias antes da unificação das Alemanhas 25.000 corredores passaram pelo portão Brandenburg.

Recorde em 2003

Atualmente, Milde e sua equipe da SSC-Running organizam doze eventos por ano, além de pequenas corridas para confraternização. Entre as maiores corridas estão a Avon Running Women’s (que teve mais de 10.000 participantes na última edição) e a Meia Maratona Bewag Berlim (são esperados mais de 20.000 participantes).

No último ano, a SSC-Running conseguiu reunir cerca de 120.000 inscritos em suas provas. Esse sucesso acontece pois a organização das provas conta com treinos técnicos e suporte médico para seus atletas. Milde também tem a ajuda de seu filho Mark (responsável pelo grupo de elite), Willi Heepe (diretor médico), entre outros.

Entre os corredores de elite que já participaram de suas provas estão o queniano Paul Tergat e a japonesa Naoko Takahashi. Com isso, Milde expressou alegria ao saber da nova medida da IAAF em reconhecer recordes de corridas de rua. “Acho isso importante para o esporte. Já esperava por isso há tempos e acredito que isso irá beneficiar as corridas e aumentará o interesse do público”.

Quanto ao futuro das corridas Milde também é muito otimista: “Eu acredito que cada vez mais pessoas vão perceber que a corrida é um esporte saudável. Por isso vejo que a corrida tem um grande futuro e potencial no mundo todo.”

 

Corpore e Horst Milde

No fim de 2003, Milde esteve em um encontro com a Corpore juntamente com o presidente da AIMS (Association of International Marathons and Road Races), Hirowaki Chusa, e os organizadores das mais importantes corridas no mundo. Entre elas estão as maratonas de Nova York, Londres, Berlim, Paises Baixos, Argentina e Tanzânia.

No encontro foram discutidas questões de provas como entretenimento, segurança dos participantes e do público, condições de resgate e cuidados médicos e regulamentações em geral.

O presidente da Corpore, David Cytrynowicz, definiu o encontro como vantajoso e crê que encontros assim só tendem a melhorar o esporte.

Saiba mais sobre esse encontro clicando aqui.

Fonte: AIMS



 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH