Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Corrida de Natal Corpore Light the Night Abrale 2010 homenageia o Mosteiro de São Bento



MOSTEIRO DE SÃO BENTO

Mais de 400 anos de história fazem do Mosteiro de São Bento um dos edifícios mais importantes da cidade de São Paulo. O complexo está localizado da capital paulista, no Largo de São Bento, próximo ao Vale do Anhangabaú. Além da Basílica de Nossa Senhora da Assunção, o conjunto possui o Colégio de São Bento, a Faculdade de São Bento e o mosteiro com cerca de 40 monges enclausurados que seguem a tradição do ora et labora (ora e trabalha). As missas com cantos gregorianos ao som do órgão ocorrem todos os dias, porém a celebração mais tradicional acontece aos domingos, às 10h, admirada por pessoas das mais diversas religiões.

A outra grande atração é a lojinha do mosteiro, com pães, bolos, doces, geleias e biscoitos feitos pelos próprios monges. As receitas das guloseimas são seculares, guardadas há muito no arquivo da abadia. A forma do preparo dos quitutes só é transmitida de monge para monge, a fim de não se perder a qualidade com a massificação. Um dos produtos mais procurados é o Pão São Bento, feito com mandioquinha. Entre os doces, destaque para os Benedictus, pães de mel recheados com geleia de morango. A loja vende também livros, figuras sacras e a tradicional medalha de São Bento.

Pode-se dizer que o sítio histórico que o abriga é o mais antigo de São Paulo. Sua fundação aconteceu em 1598, com a chegada dos monges beneditinos à cidade. Dois anos depois, a Câmara Municipal doou a terra onde hoje se encontra a edificação. O local abrigava a antiga taba do cacique Tibiriçá, importante personagem da história de São Paulo. De acordo com os registros, o mosteiro inicial era muito pequeno e a capela não era suficiente para receber todas as pessoas que a procuravam. Foi então que Fernão Dias Paes Leme, o Governador das Esmeraldas, se prontificou a investir na construção de uma nova capela. Em troca, pediu apenas que seus restos mortais e de sua família ficassem guardados no local. Em 1650, foi lançada a pedra fundamental dessa nova obra, que ficou pronta em 1681.

Entre os episódios que ficariam para a posteridade, vale lembrar a participação do mosteiro durante o primeiro grito de independência realizado no Brasil, ocasião em que houve a aclamação de Amador Bueno como rei de São Paulo. Evitando aqueles que queriam fazê-lo rei apressadamente, Bueno rumou em direção ao templo onde pretendia refugiar-se. Os paulistas o seguiram e em coro diziam: “Viva Amador Bueno, nosso rei”, ao que ele replicou: “Viva D. João IV, nosso rei e senhor”. Foi então que o abade do mosteiro, assim como também a comunidade monástica, acalmaram os ânimos do povo e salvaram a vida de Bueno.

Em 1903, por iniciativa de D. Miguel Kruse, surge o Colégio de São Bento e, cinco anos mais tarde, é funda a faculdade de Filosofia, que seria a primeira do Brasil e o embrião da atual PUC de São Paulo. Em 1910 tem início a construção de uma nova abadia e um novo mosteiro, com projeto do arquiteto alemão Richard Bernd. Na época, São Paulo passava por grande processo de urbanização e sua população aumentava em grandes proporções, ganhando relevância no cenário nacional. Quatro anos mais tarde, estava finalizado o conjunto beneditino como é conhecido hoje em dia. É desta época a decoração interna, os afrescos e os murais em estilo Beuronense assinados pelo beneditino belga Dom Edelberto Gressnigt.

Preciosidades do Mosteiro de São Bento
O relógio do Mosteiro de São Bento, uma preciosidade mecânica de fabricação alemã, foi instalado em 1921 e é considerado um dos relógios mais precisos de São Paulo. Durante uma momentânea pane, no início da década de 1960, era comum ver pessoas ajustando a hora errada em seus relógios de pulso, graças à fama de precisão que acompanhava seus ponteiros. O mosteiro conta, ainda, com um carrilhão, sinos afinados, que tocam nas horas cheias e nas frações. O órgão da igreja, também alemão, é afamado entre os especialistas. O instrumento possui quatro teclados manuais e pedaleira, além de 77 registros reais e seis mil tubos. Para deleite de seus apreciadores, concertos regulares são oferecidos à população.

Papa Bento XVI
Em 2006, o Mosteiro passou por um intenso processo de restauração e melhorias para receber e hospedar o Papa Bento XVI, em sua primeira visita ao Brasil em maio de 2007. Com a cobertura internacional gerada pelo interesse que a visita despertou, o mosteiro ganhou grande projeção, o que contribuiu para o desenvolvimento do turismo religioso e cultural na cidade.

SERVIÇO:
Mosteiro de São Bento
Largo de São Bento, s/n - Centro
Tel.: (11) 3328-8799       
Site: www.mosteiro.org.br

 

 



 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Corpore

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH