Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Corpore participa de Conselhos Gestores nos parques municipais

08/03/2004, por Marcel Trinta

 

Secretário Adriano Diogo e Amadeu Armentano

No último dia 4 de março aconteceu na Prefeitura de São Paulo a solenidade para empossar os Conselheiros Gestores dos Parques Municipais que foram eleitos diretamente pelos usuários e os representantes do poder público, nos dias 30 de novembro e 06 de dezembro de 2003. Na ocasião, cerca de 9 mil pessoas votaram em 32 parques que contaram com 522 candidatos.

O presidente do Conselho Deliberativo da Corpore, dr Amadeu Armentano, foi eleito como um dos conselheiros do parque do Ibirapuera com o maior número de votos. Outro conselheiro da Corpore que conseguiu se eleger foi Tu Moon Ming, este pelo parque do Ipiranga. Além disso, a Corpore foi eleita como entidade, sendo a primeira suplente das entidades também no parque do Ibirapuera. O Diretor-Executivo Armando Santos também esteve presente no evento. Dessa forma, a Corpore espera estar mais presente nas decisões tomadas dentro dos parques para assim defender os interesses da população em geral e, principalmente, dos corredores, já que somos o maior Clube de Corredores da América Latina que além de centro de referência e representação do corredor junto à sociedade encaramos como missão promover a corrida e a caminhada divulgando saúde, educação e cidadania.

Na solenidade estavam presentes a prefeita Marta Suplicy, o Secretário do Verde e Meio Ambiente, Adriano Diogo, o coordenador da Secretaria do Verde, Marco Aurélio Vanucchi e a representante dos Conselhos Gestores, Marta Maria Dallari.

No auditório lotado, o coordenador Marco Aurélio foi o primeiro a tomar a palavra, seguido por Marta Maria e Adriano Diogo. Todos ressaltaram a importância dos Conselhos Gestores mostrando que a cidade além de precisar de mais áreas verdes, estas precisam ser cuidadas e com os Conselhos será mais fácil ouvir as propostas do público e atender as necessidades dos parques. Marta Maria frisou que “ser eleita para trabalhar no Conselho de Gestão dos parques é uma honra, mas que também vem com grande responsabilidade”.

Antes de iniciar o seu discurso, a prefeita Marta Suplicy assinou o livro que oficializava todos os 299 conselheiros e 142 suplentes. “Fico muito feliz, pois São Paulo virou referencia para a ONU ao garantir participação popular na construção de políticas públicas”, afirmou Marta em seu discurso. Sobre a importância dos Conselhos Gestores ela diz que “é importante descentralizar, sozinha não dá para administrar a cidade. O Conselho de Gestores é a prova da vontade, dessa disponibilidade da população para intervir nessa cidade. Essa posse ajuda a consolidar esse processo.”

O Secretário Adriano Diogo mostra a mesma opinião da prefeita afirmando que “os parques têm uma estrutura muito frágil e pequena e sem participação popular fica difícil manter esses espaços”.

Segundo a prefeita estarão entre as atribuições dos Conselhos participar da regulamentação do uso dos parques e buscar patrocínio para sua manutenção.

Armentano, porém, deixou claro que o Conselho Gestor não tem poder de fazer nada diretamente: “O papel primordial é fazer um link entre os freqüentadores e as autoridades públicas. Primeiro temos que ouvir e fazer um elenco de prioridades. Quero deixar claro que não temos poderes executivos, nós somos um conselho gestor, ou seja, aconselhamos, sugerimos para seja gerido por quem é de direito. Não podemos levantar falsas expectativas.”

Mas mesmo assim, Tu Moon Ming, que foi eleito junto com outros 6 corredores, afirma que as pessoas já estão cobrando. “Lá somos um grupo freqüentador do parque muito unido, onde quase todos se conhecem. As pessoas me vêem e perguntam quando vamos começar a melhorar o parque”.

O primeiro problema que Armentano acredita que tem que ser discutido no parque do Ibirapuera é a segurança, principalmente entre os corredores. “Devemos pensar na segurança e nos defender não só de gatunos, drogas, prostituição, mas também do próprio usuário. Como exemplo, cachorros soltos, bicicletas em alta velocidade, etc, aliado a isso sugeriremos uma postura mais objetiva na atuação da guarda civil metropolitana que faz o policiamento do parque.”





 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH