Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

12ª Meia Maratona - Dicas de treinamento (2)

24/3/2011, por Luiz Fernando Bernardi



Uma prova no meio do caminho .... assim podemos pensar quando nos referimos a uma Meia Maratona.

Com características próprias, essa distância consegue atrair
pessoas que se preparam para futuras maratonas ( boa referência ), iniciantes que começam a se atrever em distâncias maiores, corredores com maior resistência e não tão rápidos que preferem a distância dos 21 ao invés de 10 km , e os paraquedistas que não costumam faltar em competições.
No próximo dia 10 de abril, teremos uma prova de "fogo" para acertarmos o rumo de muitos treinamentos. Acontece a Meia Maratona da CORPORE, 21 km no plano, sem desculpas para os despreparados, prova com grande facilidade para os treinados.
Orientando atletas com objetivos diversos, essa prova servirá como um marco de referência no caminho de quase todos os macrociclos.
Perceber o quanto seu atleta desenvolve nessa distância, e poder extrapolar uma estimativa de tempo para a maratona, é algo que costumo fazer. Tomando como exemplo a Maratona de Porto Alegre, que também tem seu percurso preferencialmente plano, esse tempo servirá de base para a segunda metade da prova. Digo a segunda metade, pois penso que nessa meia maratona, o atleta desenvolveu o tempo mais rápido que ele conseguia para essa distância. Desse modo, o atleta que conseguir chegar mais próximo desse resultado na segunda parte da prova ( depois de já ter corrido 21 km ), muito provavelmente conseguirá atingir suas expectativas em função do tempo. Para isso acontecer, temos que preservá-lo no começo da prova, para não cometermos desgaste fisiológico, principalmente a nível muscular e articular.

Uma das ferramentas que usamos é uma suplementação adequada de carboidratos antes , durante e pós prova, no intuito de termos um aporte energético suficiente para o desgaste físico previsto.

Dessa forma, para os maratonistas que venho treinando, uso a meia maratona com estratégia parecida a ser usada no futuro, afim de passar um momento certo de "ataque" na prova, um momento de estabilização e outro momento de preservação.
Acho importante colocar isso, para que essa prova não seja encarada como uma competição qualquer. Ela pode nos dar muitas referências , no caminho que estamos trilhando e principalmente, a direção que devemos prosseguir.
Para os atletas que fazem menores distâncias, os meio maratonistas convictos, essa prova pelo seu percurso deve servir de pico de treinamento. Estabelecer recordes pessoais, ter uma estratégia adequada para correr ritmado e veloz na busca do resultado, faz parte de todo um planejamento realizado anteriormente para a concretização desse objetivo.
Aos futuros maratonistas que se iniciam nessa aventura ou corredores iniciantes debutantes nesse tipo de prova, a própria distância já serve como um bom estímulo a ser desafiado. Priorizar um bem estar do começo ao fim da prova, deve estar em primeiro plano, sendo o tempo consequência de um bom desenvolvimento do corredor.
Tantos objetivos, tantos condicionamentos diferentes, para uma mesma distância. O mais importante, é respeitarmos a história de cada um, valorizando o Princípio da Individualidade Biológica, e esperar o resultado potencializando o que cada um tem de melhor nessa fase de treinamento.
Do ponto de vista técnico, usaremos a prova como um referencial importante, atentando-se no feedback dos atletas, em busca de um melhor ajuste, dentro de um plano global de treinamento.
 
LUIZ FERNANDO BERNARDI
Diretor Técnico da ATC
Diretor Técnico da FIND YOURSELF – Assessoria Esportiva
Treinador Credenciado IAFF
Pós Graduado em Treinamento Desportivo

Veja também as dicas de treinamento (1)
Veja também as dicas de treinamento (3)

 

 
Últimas notícias
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
 
Por: Luiz Fernando Bernardi

2002-2020 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH