Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Segundo Treino Técnico 2004 - Veja como foi

29/03/2004, por Marcel Trinta



Às 10h da manhã do dia 27 de março, associados da Corpore estavam sentados na sombra de uma grande árvore ao lado do estacionamento do MAM, no parque do Ibirapuera, para se proteger do forte sol e dar início ao Segundo Treino Técnico Corpore de 2004.

O treino tinha como tema “Iniciantes - Da caminhada para a corrida, com segurança e eficiência” e foi ministrado pelo professor Mário Mello, que com essa, soma 4 participações em treinos técnicos da Corpore.

Os presentes no treino eram, em sua maioria, pessoas que estavam nessa fase de mudança da caminhada para a corrida ou que correm há pouco tempo, por isso, permaneceram muito atentas durante a parte teórica que iniciou o treino técnico. Nela, Mário falou que a corrida é uma coisa normal. “Em qualquer esporte você corre e é preciso correr. Tênis, futebol, basquete, em todos os esportes a corrida está presente”.

Mário começou a explicar sobre as primeiras coisas que deve-se ter atenção ao começar a correr. O primeiro fator, segundo o treinador, é a escolha de um tênis adequado, “pois na corrida o impacto é mais forte do que em uma caminhada”. Outros fatores citados foram a hidratação e alongamentos, que devem ser feitos com maior intensidade.

Durante a parte teórica, Mário explicou como seria o treino e como deve ser feita essa transição: através de um treinamento intervalado com corrida e caminhada. Após isso, Mário abriu a conversa para tirar dúvidas e foi essa a parte mais importante do treino, pois vários atletas puderam fazer as suas perguntas. O que era para durar 30 minutos, foi bem mais do que isso. “Cronometrei 53 minutos de conversa. Quando abri para as perguntas começaram vir respostas que às vezes são longas para explicar.”


Entre todas as dúvidas levantadas, a que mais interessou aos corredores foi sobre a frequência cardíaca. “A minha dúvida principal era a minha frequência cardíaca que estava subindo muito e eu fiquei meio receosa se eu poderia manter o meu treino. Ele me deu tranquilidade e vi que não é problema nenhum o que esta acontecendo comigo”, comentou Silvia Benicio de Melo. José Carlos, outro atleta presente, também teve sua dúvida solucionada: “O treino foi muito bom, foi importante principalmente a parte relacionada a frequência cardíaca que nós corredores sempre temos muitas dúvidas.”

 

Quase uma hora após o início do treino, Mário levou os atletas à Praça do Sino para fazer a parte prática. Após submetê-los a um breve alongamento, o treinador fez com que eles começassem a caminhar em um espaço demarcado por cones intercalando a caminhada com intervalos de 1 a 3 minutos de corrida, que dependiam do preparo de cada um. Mais um alongamento foi feito para encerrar o Segundo Treino Técnico de 2004, do qual todos os atletas presentes saíram satisfeitos por terem solucionado diversas dúvidas e terem assim, um estímulo a mais para entrar no mundo das corridas.



Depoimentos dos participantes
"O treino técnico é uma possibilidade de tirar várias dúvidas e quanto mais temas variados é melhor. Tendo essa orientação podemos render mais. Esse treino foi produtivo e esclareceu as dúvidas de muitos iniciantes que têm receio de passar a correr em uma velocidade mais intensa, num tempo maior. Eu achei o treino muito válido e que dá estímulo para você passar de caminhante a corredor, o que eu, pessoalmente, quero fazer."
[Silvia Benicio de Mello]
"O treino foi super legal, muito bom. Comecei a correr há 4, 5 meses e foi muito bom receber essas dicas.
J á participei da prova do dia 14 de março e corri os 6,5Km ao lado da minha personal, mas esse é o primeiro treino técnico. Fiquei com pena que não pude participar do primeiro treino do ano, mas esse foi super 10!!"
[ Denise Reis Franco]
"Já participei de 4 treinos e eles são muito importantes principalmente pra mim, que treino sozinho e esses são os momentos de conseguir alguma orientação. Pra mim é ótimo."
[José Carlos]
"O treino foi ótimo para quem não tem um professor para orientar, pois ele é um suporte para nos ajudar a treinar no dia-a-dia e tirar nossas dúvidas. Aqui recebemos conhecimento teórico para partir para a prática.
Sempre participo dos treinos porque para mim sempre é bom relembrar e aprender coisas novas, pois cada detalhe de uma corrida é importante e recebemos tudo isso aqui."
[Gilson de Souza]

"Esse é o quarto treino que eu dou e foi o que fiquei mais tempo falando. O pessoal tem essa necessidade e buscam muita informação. A gente explicando ela consegue melhor administrar seus problemas, como ficar ofegante, sentir dores... acho que foi valido, falei muito mais do que achei que iria falar.
As pessoas tem que aproveitar bastante esses treinos, pois sempre são dados pro profissionais experientes que por ser um treino técnico passa muitos detalhes que as vezes não chegam nem aos nossos alunos no dia-a-dia que as vezes não perguntam essas coisas. Estou sempre disposto a ajudar nesses treinos organizados pela Corpore.
Diminui um pouco a parte pratica pois percebi que tinham entendido o conceito. Posso dizer que a corrida não é nenhum bicho de 7 cabeças e qualquer um pode fazer, desde que não tenha nenhum tipo de limitação, desde que ele faça um treino adequado. Ele correndo será mais uma pessoa beneficiada pelo esporte e que ajudará a aumentar a nossa comunidade de corredores."
[Mário Mello]





 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2022 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH