Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Exercícios no Inverno

18/07/2012, por Oncomed
EXERCÍCIOS FÍSICOS NO INVERNO

Na opinião de muita gente, inverno e atividade física são coisas que não combinam. Muitos são os que decidem dar um tempinho na academia, na natação ou mesmo na caminhada e corrida, decisão que só gera prejuízos para a saúde e para o condicionamento físico.

Para ajudar a manter o ânimo durante a estação mais fria do ano, entrevistamos a médica Fernanda Schettino, da Oncomed Belo Horizonte. Confira as dicas:

1. Busque orientação: antes de se exercitar ou de mudar sua rotina de atividades físicas, consulte sempre um médico, estando ou não em tratamento. Isso é importante porque ele pode orientar qual a intensidade e qual a modalidade de tratamento mais indicada. 

2. Em boa companhia: uma das estratégias para se livrar da preguiça é combinar de se exercitar acompanhado de um amigo. A companhia e principalmente o compromisso firmado com outra pessoa são motivações a mais para encarar a academia ou o esporte na rua. 

3. Na melhor hora: se você tem o hábito de se exercitar pela manhã, mas não consegue acordar cedo durante o inverno, uma boa pedida é mudar o seu horário de sua atividade física para quando se sentir mais bem disposto. 

4. Inove: experimentar uma nova modalidade de esporte pode ser uma fonte de inspiração a mais para encarar as atividades físicas durante o frio. De acordo com Glayce, é indicado que, a cada três meses, a planilha de treino ou mesmo o tipo de atividade sejam revistos para diversificar o grupo de músculos trabalhados. Mas, antes de fazê-lo, procure orientação profissional, de um médico ou educador físico. Para pretende passar a nadar, dra. Fernanda alerta para o cuidado especial que deve ser tomado por pacientes que possuem alguma queda de imunidade do organismo. “A piscinas são locais muito freqüentados e, por mais higienizadas que sejam, ainda podem expor a algum tipo de contágio, por isso a prática não é indicada para quem apresenta esse quadro.”

5. Som na caixa: ouvir músicas, especialmente as de ritmos mais animados, pode facilitar a prática de esportes. Então, prepare uma seleção das suas canções preferidas para embalar o treino. 

6. Hidrate-se: no inverno, temos a tendência a ingerir menos água porque sentimos menos calor e transpiramos menos. Apesar disso, o corpo continua a eliminar água, mas em maior quantidade pela urina. “Por isso, deve-se continuar a tomar bastante água”, avisa dra. Fernanda Schetino, que recomenda ainda hidratar os olhos e as narinas, com soro fisiológico, de duas a quatro vezes, por dia, por causa do ar seco do inverno. 

7. Solução caseira: se as dicas acima não foram o bastante para te animar a ir à academia ou à rua, não se preocupe. Você pode se exercitar em casa, fazendo caminhadas nos corredores, subindo e descendo as escadas ou improvisando um “step” com os degraus. “O maior problema do exercício físico no inverno é realmente a preguiça que sentimos, mas sempre se pode dar jeito nela”, finaliza Glayce.   

Oncomed - Centro de Prevenção e Tratamento de Doenças Neoplásicas


 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Oncomed

2002-2018 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH