Siga a Corpore
A CorporeAssocie-seBenefíciosConvêniosLinksContatoAjuda
 

Rodolfo Lucena rumo aos 60 anos

21/11/2016, por Rodolfo Lucena

CHEGADA DOS 600 km - Missão Cumprida.  (Avenida Paulista)

Ao chegar aos 60 anos, jornalista encara distância de 60 maratonas

e debate saúde, qualidade de vida e inserção social dos mais velhos

 

Jornalista e corredor, escritor e blogueiro, Rodolfo Lucena inicia um novo projeto jornalístico-cultural-esportivo na época em que se aproxima dos sessenta anos.

Usa a corrida como “gancho” jornalístico e ferramenta de pesquisa para discutir questões de saúde e qualidade de vida, perspectivas e inclusão social da comunidade mais velha, dos aposentados, dos que chegam aos sessenta ou já passaram do ponto oficialmente reconhecido como de início da velhice.

O fio condutor desses debates será uma desafiadora jornada: ao longo do ano em que vira sexagenário, vai cobrir distância equivalente à de sessenta maratonas – 2.532 quilômetros.

No percurso, vai produzir textos, fotos e vídeos sobre a experiência, sobre personagens que encontrar no caminho e, principalmente, sobre a questão do exercício, da saúde, da qualidade de vida na terceira idade e da inserção social dos mais velhos, de nossos sonhos e desejos.

Treinamento, nutrição, educação, depressão, alegria, filhos, netos, paixões, problemas financeiros e de participação política e cultural são alguns dos temas abordados nesses milhares de quilômetros.

A jornada não trata de quebrar recordes nem de enfrentar duríssimos desafios. É apenas o caminho de um homem comum que luta contra o tempo e se agarra à vida com todas as suas forças.

Além de suas caminhadas solitárias, o jornalista-corredor-velho pretende participar de corridas de longa distância pelo mundo afora, trazendo para seu leitorado experiências inéditas, procurando mostrar que sonhos podem ser realizados e que limites podem ser ampliados, horizontes expandidos.

Tudo isso deveria começar no dia primeiro de janeiro de 2017. Mas o “Sobrenatural de Almeida” entrou na jogada e, no início de novembro, o jornalista se viu vítima de uma fratura por estresse –a quarta em sua carreira esportiva que inclui mais de 35 maratonas e provas mais longas, de até cem quilômetros.

O mal põe em risco todo o projeto. Ou não.

Em lugar de correr sempre, o jornalista recomeçou a caminhar, tratando de evitar as dores. Em vez de iniciar a empreitada no dia 1º de janeiro de 2017, ano em que completa 60 anos, deu a largada no dia 14 de novembro última, a exatos três meses de seu aniversário.

E incluiu ainda outro desafio no conjunto da obra: completar, até 14 de fevereiro, pelo menos 600 quilômetros.

As aventuras do jornalista-corredor-maratonista-escritor e os debates sobre qualidade de vida e inserção social dos mais velhos estão regsitrados  em reportagens , fotos e vídeos no BLOG DO LUCENA, que é atualizado diariamente (ou quase). O endereço é http://lucenacorredor.blogspot.com.

 

 

Gaúcho, gremista, cachorreiro e maratonista, RODOLFO LUCENA ainda está com 59 anos e é jornalista desde 1975, mestre em Teorias da Inteligência e Design Digital. Dedicou a maior parte de seus mais de quarenta anos de carreira à cobertura da área de alta tecnologia, que acompanha desde 1983 –atuou na “Folha de S. Paulo de 1990 a 2016, e por mais de 16 anos foi editor do caderno “informática” (depois “tec”).

Depois de uma vida de sedentarismo, começou a correr em 1998 e logo virou maratonista: passou a rodar o mundo atrás de provas belas e complicadas. Já fez mais de trinta corridas de longa distância, de maratonas a uma ultra de cem quilômetros.

Publicou em 1976, aos 19 anos, o livro de contos “Abertura 1812" (ed.Movimento).

Criou em 2006 o blog +Corrida na Folha.com.br  --o primeiro do gênero em um portal de jornal de grande circulação.

Hoje ultramaratonista, é autor de “Maratonando – Desafios e Descobertas nos Cinco Continentes” (ed. Record, 2006), de reportagens sobre suas aventuras corridas, e de “+Corrida”, com textos selecionados do blog e da coluna que assinava no caderno “Equilíbrio”, da Folha.

Aposentado –mas não calado nem parado-- desde setembro de 2014, fez no Alasca sua primeira maratona na nova condição, o que resultou no projeto de livro "Alce do Alasca" (a publicar), que traz uma seleção de textos do blog Vamo que Vamo!!!, criado especificamente para o projeto (http://www.lucenacorredor.blogspot.com).

Antes, em dezembro/2013-janeiro/2014, realizou uma jornada de 460 quilômetros pela cidade de São Paulo, documentando o percurso em blog na “Folha”, reportagens publicadas na revista “sãopaulo” e no jornal, assim como em vídeos no TV Folha.

Outros projetos especiais combinando corridas e reportagens são “Maratonando com oMST”,  em que divulga a corrida como forma de ganhar qualidade de vida e produz reportagens sobre a ação e os construtores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (http://mstmaratonando.wordpress.com); e “Corrida por Manoel”, que teve quarenta corridas e reportagens em memória dos quarenta anos do assassinato do metalúrgico Manoel Fiel Filho.

Primeiro membro do clube Marathon Maniacs na América Latina, é um dos criadores dos grupos Nossa Turma e Corredores Patriotas Contra o Golpe, que realiza eventos cívico-esportivos em defesa dos democratas e da democracia em nosso país.

Rodolfo Lucena é casado e tem duas filhas.



 
Últimas notícias
Dia Mundial para Atividade Física
Calendário AIMS
Inscritos Centro Histórico 2017
10 Primeiros (as) Meia Maratona
Princesa Magical Run
Pesquisa Especial
Entidade de Utilidade Pública Municipal-Renovação
Alan Steinfeld
Perda de peso e atividade física
2017-Meia Maratona Corpore
Maratona sub 2 horas....
 
Por: Rodolfo Lucena

2002-2017 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH