Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Antidoping realizado em atletas na SP Classic deu negativo

17/12/2004, por Marcel Trinta

A 10ª edição da prova SP Classic / Zumbi dos Palmares, disputada no dia 20 de novembro, contou com a realização de exame antidoping. A coleta do material a ser analisado ficou a cargo do dr. Rafael Trindade, sob a supervisão do dr. Eduardo Henrique de Rose, uma das autoridades mundiais em antidopagem e membro do Comitê Olímpico Brasileiro.

Os atletas escolhidos para o exame foram Maria Zeferina Baldaia, Margareth Cardoso Alkimin, Lawrence Kiprotich e Luis Carlos Fernandes. Após a coleta do material, este foi enviado ao laboratório INRS – Institut Armand-Frappier, laboratório certificado pela WADA(World Anti-Doping Agency), em Montreal no Canadá, para verificação da possível presença das seguintes substâncias: anabolizantes, hormônios, agentes com atividade anti-estrogenica, diuréticos, estimulantes, narcóticos, e glucoticoides.

O exame ficou a cargo de Christiane Ayotte, professor e diretor do Laboratório de Controle de Doping e o resultado obtido em 08 de dezembro deu negativo para todos os atletas.

Segundo Mario Luiz Rollo Ribeiro, diretor técnico da Corpore, a escolha do laboratório para análise deveu-se a rapidez do resultado o que agilizou o pagamento da premiação a que cada atleta tem direito; os demais atletas premiados receberam os prêmios que faziam jus no momento logo após a premiação e, caso tivesse algum caso positivo, os valores seriam reajustados a premiação superior.

Vale lembrar que a entidade que realiza o diagnóstico no Brasil, credenciada pela IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo), é a LADETEC – Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico – Instituto de Química – Universidade Federal do Rio de Janeiro, porém não realiza a coleta e para tal requisitamos a equipe do Dr. De Rose para tal procedimento.

“Encaro o exame anti-doping como algo não punitivo ao atleta, mas sim preventivo para o mesmo e a proposta de realiza-lo foi comunicada no Congresso Técnico, no dia anterior à 10ª 10K São Paulo Classic, muito embora tivéssemos a prerrogativa de manter sigilo sobre tal exame”, lembrou Mario.

Para Milton Mizumoto, diretor-médico da Corpore, “O resultado negativo do exame antidoping dos atletas que participaram da nossa prova, só vem a confirmar o respeito que esses corredores tem por nossos eventos. Sabem de ante-mão que trabalhamos com muita seriedade e nos prestigiam com as suas respectivas participações."



 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH