Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Corrida Infanto-Juvenil Even Nike - Veja como foi

14/05/2005, por Marcel Trinta

Galeria de fotos
Vídeo

Diferente do que vinha acontecendo nos últimos dias em São Paulo, o sábado amanheceu ensolarado e brindou os paulistanos com um belo dia. Sorte dos participantes da Corrida Infanto-Juvenil Even Nike que puderam aproveitar para passar esse sabadão em família e de uma forma que nem sempre é possível: pais e familiares reunidos (e munidos de muitas câmeras) para ver seus filhos correndo em uma das pistas de atletismo mais avançadas tecnologicamente do país, local em que muitos grandes atletas ainda não conseguiram colocar seus pés.

Mas muito mais do que competição, esse evento preza pela confraternização e integração. “Os eventos infantis que preparamos são mais para a integração. Muitas vezes eventos infantis segregam os pais das crianças, o que fica mais fácil, mas nós fazemos essa arena central para que as crianças entrem, os pais curtam, enfim para que eles aproveitem mais do que simplesmente a corrida”, afirmou David Cytrynowicz, presidente da Corpore.

Antes de poder aproveitar a arena central, as crianças iam chegando e sendo divididas por idade nas concentrações. E ao chegar, cada um contava o que esperava do evento. Enrico, de 7 anos, falava: “Sou o mais rápido da minha sala. Gosto muito de correr...”. Mas parou de falar para correr atrás da mãe e devolver seu boné, “para ir mais rápido”, explicou quando voltou.

Essa era a primeira prova de Enrico, diferente de Vivian, que com a mesma idade descobriu a corrida um pouco antes. “Vou correr minha terceira prova hoje”, contava orgulhosa.

Além de gostar de correr, a influência de familiares trouxe atletas-mirins para a prova: “Comecei a correr por causa do meu pai. Ele já corria antes e quando vi essa corrida, pedi para ele me trazer”, contou Vinicius, de 10 anos.

Enquanto as crianças ficavam em seus grupos e começavam a se entrosar com os amigos, os pais pareciam mais nervosos. “Vim com um filho de 7 e uma menina de 4. Esse é o primeiro evento que eles participam e está bem tranqüilo. Corro todas as provas da Corpore e estou mais nervoso aqui”, contou Marcos Vinicius, pai de Marcus Aramis e Isabela.

Com as crianças nos devidos lugares, às 14h iniciou-se o desfile e execução do hino nacional, com o hasteamento das bandeiras Nacional, do Estado de São Paulo e da Corpore. Atletas posicionados para as largadas, às 15h deu-se início as baterias de cada idade. A partir daí vimos muitos atletas em muitas distâncias e comemorações das mais diversas, desde o aviãozinho no melhor estilo Vanderlei Cordeiro de Lima, até um atleta de 8 anos que cruzou linha final e beijou uma suposta aliança no dedo, no estilo jogador de futebol.

Ao final de cada prova, os atletas-mirins puderam se dirigir à Arena Central onde se divertiram com jogos, palhaços, pintando a cara e muitos outros atrativos que os parceiros da prova trouxeram para dar um toque especial nesse evento de integração. João Rafael Altério, diretor da Montevérgine, gostou muito do evento e afirmou: “Queria parabenizar a Corpore, pois esse é um evento fantástico, com um início de uma nova era para essa molecada com esporte e qualidade de vida”.

E qualidade de vida fez com que Emerson Kapaz, presidente da ETCO (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial), levasse seu filho Andrés, de 11 anos, para participar. “Vim acompanhar meu filho de 11 anos para ver se quando ele chegar na minha idade chega melhor do que eu”, brincou ao final do evento.

Com os refletores da pista de atletismo acesos, os últimos atletas-mirins completavam a prova e encerravam mais um evento Corpore no ano de 2005. Mas, esses atletas podem ir treinando, pois David afirmou que “o objetivo é fazer mais um evento infanto-juvenil no dia 15 de outubro e vamos avaliar as possibilidades e melhorar algumas coisas.”


 

 



 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH