Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

V Ilhabela Corpore Terra & Mar - Como foi o atendimento médico

25/05/2005, por Marcel Trinta

Saiba como foi a prova

Uma prova de aventura, disputada em terrenos acidentados e que tem mais de 12 horas de duração precisa de muitos cuidados especiais, inclusive da área médica. A cargo do nosso diretor-médico, dr. Milton Mizumoto, toda a logística da parte médica foi desenvolvida para atender os 894 atletas participantes da prova com duas novidades: o ortopedista Dr. Oswaldo B. Borgianni esteve de moto no trecho de Castelhanos equipado com material para um atendimento rápido.

 

Além disso, a prova contou com 2 desfibriladores automáticos cedidos pela Pró-Life (www.prolife.com.br). Um dos aparelhos (que pode ser manuseado por qualquer pessoa) ficou com o dr. Oswaldo e o outro na Tenda Médica, com a Dra. Cecilia Damasceno, nossa especialista em A.C.L.S. (Advanced Cardio Life Suport ).

Tivemos toda essa estrutura e, felizmente, poucos foram os casos atendidos: “Atendemos um caso de trauma ortopédico em Castelhanos, 4 atendimentos nas UTIs móveis e 22 casos na Tenda Médica, num total de 27 casos, dentre eles desidratações, escoriações, entorses, distensões, alergias, hipoglicemias, câimbras e outros. Os casos mais impressionantes foram as desidratações, as quais conseguimos repor o líquido através de soro fisiológico e soro glicosado e as câimbras, muitas câimbras...”, contou o dr. Milton

Mas essas câimbras não tiraram os atletas da prova. Por serem câimbras localizadas em determinado segmento, elas não caracterizavam uma queda do potássio, portanto muitos atletas que tiveram câimbras e foram atendidos na Tenda Médica, puderam voltar para a prova com a autorização do diretor médico Dr. Milton Mizumoto.

O clima, em qualquer prova, também é um fator que influencia nos casos médicos, e dessa vez não foi diferente. “Outro item a salientar foi o clima, que se por um lado evitava o aparecimento de maior número de desidratações, por outro colaborava com o aumento de hipoglicemias e câimbras”, afirmou o dr. Milton.

No geral, foi um dia calmo para a equipe médica da Corpore, formada por 9 médicos, 6 enfermeiros, Tenda médica de chegada e 6 ambulâncias-UTIs. Para o dr. Milton, a causa disso é “o cuidado prévio que os atletas procuram ter, com a alimentação adequada na semana anterior, a hidratação e o bom preparo físico dado pelo treinador são fatores primordiais. A logística médica desenvolvida pela Corpore está constantemente se adequando a novos desafios, e contamos com vocês para que tudo acabe em festa...”.



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2018 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH