Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Minha História - Rodrigo Bota

13/07/2005, por Corpore
Voltar para Menu das Histórias de Corredor
*Texto de no máximo 4 mil caracteres [ou duas (02) páginas]
**máximo cinco (05) Imagens em JPEG - resolução 150 DPIS
OS TEXTOS SERÃO REVISADOS E EDITADOS SEGUNDO CRITÉRIOS DE REDAÇÃO CORPORE.ORG.BR
Exclusivo para Associados Corpore

Rodrigo Bota, corredor associado Corpore

Há milhares de exemplos de como a atividade física muda a vida de uma pessoa. Aí vai a história de como a CORRIDA mudou minha vida.

Agosto de 2003 - Com meus 29 anos, 12 quilos acima do peso, tratando de leve hipertensão arterial com remédios e levando uma vida totalmente sedentária. Era hora de mudar!!!!!!!! Tomei a decisão de pegar firme na academia e começar a caminhar. Era daquelas pessoas que quando mais jovem praticava esporte e tinha consciência do seu benefício para a saúde, mas por razões diversas tinha parado totalmente de me exercitar.

Quatro quilos mais magro, começo a ensaiar as primeiras corridas em janeiro de 2004. Lembro-me da primeira!!! Modestos 02 km sem andar nenhuma vez!!!!!!!! Nesse período conheci a CORPORE. Inscrevi-me para o 6,5 km da abertura em março. Nunca tinha participado de um evento de corrida até porque nem sabia que existia esse tipo de trabalho em SP. Após terminar a prova nos modestos quase 40 minutos eu pensei comigo mesmo: “Que maravilha de sensação!!!!” Foi nesse dia que eu me desafiei: Vou correr a São Silvestre de 2004!!!!! Nessa época era um sonho tão distante que algumas pessoas até davam risada quando ouviam eu falar nesse sonho. É impressionante a magia que essa prova desperta.

Depois da prova de abertura da Corpore comecei a trabalhar para conquistar o meu sonho. Livros, revistas, informação, testes de tênis adequado, tudo sobre corrida eu queria saber. Começo a treinar sozinho, mas respeitando meus limites. Participei das principais provas: Abertura, Exército, 10k Nike, Bombeiros, Centro Histórico, SP Classic, Gonzaguinha, Natal…..

Os treinamentos começam a fazer parte do meu dia-a-dia. Continuo a perder peso, melhorar meu condicionamento e minha qualidade de vida. Meus 03 treinos semanais passam a fazer parte da minha rotina de vida!!!!!!!!!!

O sonho da São Silvestre começa a despontar no horizonte!!!!!!!!!! Já em outubro eu tinha certeza que iria conseguir. Na SP Classic, corro os 10 km para fazer tempo (quem diria) e consigo meu melhor tempo do ano nos 10k. Corri a prova tão concentrado que nem percebia o que acontecia ao meu redor.

Dezembro 2004. - O mês começa com uma notícia maravilhosa: na consulta de rotina com meu cardiologista decidimos fazer um teste suspendendo o remédio contra a hipertensão. Após exames, para minha grata surpresa, eu poderia suspender o remédio graças à prática da corrida. Sai do INCOR em SP com lágrimas nos olhos!!!! Minha dedicação ao esporte fez minha pressão se normalizar. A CORRIDA seria meu remédio!!!!!!!!!

Super motivado para correr participo da prova do Gonzaguinha e a termino muito bem. Faço também o percurso da prova da São Silvestre 15 dias antes da prova. Estava tão focado no meu objetivo que passo a cuidar de cada detalhe. Alimentação, treinos, bom senso nas festas de comemoração de final de ano e principalmente na ceia de Natal, afinal de contas não poderia botar todo o trabalho de 01 ano a perder.

31 dezembro 2004 - Lá estava eu em frente ao MASP aguardando a largada. Eu fechava os olhos para poder acreditar que iria iniciar uma São Silvestre. A prova foi dura, muito calor…senti vontade de parar na subida da Brigadeiro, mas resisti. Quando chego na Paulista e vejo a chegada as lágrimas começam a saltar dos olhos. Eu tinha conseguido terminar uma São Silvestre!!!!!!!! Meus pais, minha esposa e meu irmão estavam na chegada me apoiando e naquele momento eu me sentia um verdadeiro campeão.Uma sensação maravilhosa invadiu meu corpo. Posso dizer que foi a melhor passagem de ano que tive em toda minha vida.

Humildade, disciplina e saúde foram coisas que a corrida me proporcionaram. Aprendi a adorar esse esporte e devo a ele uma fantástica mudança em minha vida.

As corridas com certeza irão prosseguir. Na empresa onde trabalho conseguimos montar um grupo de corrida. Não posso deixar de agradecer o Diego Lopez que me orientou na última semana antes da prova. Segui todas as dicas que com certeza me ajudaram bastante na hora da prova.

Agradeço também a Corpore pelo belíssimo trabalho que realiza proporcionando a divulgação e realização da corrida para o público em geral.

Associado Corpore: Gostou da história que acabou de ler? Pois então colabore com esta coluna. Divida suas histórias com outros corredores. Para isso, nos envie seu texto* e imagens** para [email protected] e aguarde a publicação aqui no site! Participe



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Corpore

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH