Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Corrida Infanto-Juvenil Nike Corpore 2005 - Veja como foi

15/10/2005, por Marcel Trinta

Galeria de fotos

O presente da Corpore para o dia das crianças chegou 3 dias atrasado, mas em grande estilo. Foi realizada no sábado, 15 de outubro, a Corrida Infanto-Juvenil Nike Corpore 2005. Quase 1.800 atletas-mirins participaram dessa grande festa que trouxe uma inovação garantindo conforto para participantes e familiares: com os horários das baterias de cada faixa etária definidos e divulgados com antecedência, as pessoas podiam chegar calmamente ao local da prova, pegar pulseiras de identificação e credenciais dos pais e acompanhar o evento até o momento de sua largada.

E foi dessa forma que começou a movimentação a partir das 12h30. As pessoas chegavam com tranqüilidade, retiravam tudo que era necessário nas barracas e depois se acomodavam tranqüilamente nas arquibancadas da Pista do Ícaro de Castro Mello.

A banda do 4º Batalhão de Infantaria Leve de Osasco se apresentou animando as pessoas que estavam presentes e executou o Hino Nacional, quando houve o hasteamento da Bandeira Nacional, do Estado de São Paulo e da Corpore, hasteadas respectivamente pelo Sercretário do Esporte Lazer e Cultura, Heraldo Côrrea, Presidente da Corpore, David Cytrynowicz, e Presidente do Conselho Deliberativo da Corpore, Amadeu Armentano.

Após o hino, as crianças de 4 anos já estavam na área de concentração e se preparavam para as primeiras largadas. Às 15h os primeiros atletas-mirins os 50m de prova. Para a disputa da prova, o tempo ajudou muito. O sol forte que apareceu nos últimos 3 dias em São Paulo, hoje não veio e a temperatura estava perfeita para a prática esportiva. Até a chuva que estava ameaçando não caiu.

Seqüencialmente as baterias iam largando e ao completar seu percurso, as crianças retiravam seus kits com camisetas Nike, medalha, frutas e revistinhas além de poder se divertir na arena montada para entretenimento, com jogos, brincadeiras, heróis fantasiados e outras coisas oferecidas pela Gatorade e Montevérgine. Os atletas com mais de 11 anos puderam até participar de um treinamento de salto com vara.

Entre as crianças menores, muitas participavam pela primeira vez do evento, que foi aprovada tanto por elas como por seus pais. João Pedro, de 4 anos, afirmava: “Gostei de correr. Eu que quis vir correr.” Acompanhado pelos pais, José Roberto e Patricia, ele se divertia com seu kit enquanto seu pai falava sobre a prova: “Eu sou corredor e falei para meus filhos que haveria uma corrida de crianças e eles quiseram vir. Fiz a inscrição deles e eles estavam muito ansiosos e na expectativa de correr, pois eles sempre me acompanham e vão assistir minhas corridas. Essa era a oportunidade deles participarem de uma corrida. Acho isso muito bacana é um incentivo para eles. Estou achando tudo muito legal e a Corpore mais uma vez fez tudo muito organizado. Estou gostando.”

Pai corredor é uma coisa em comum entre grande parte dos atletas mais novos. É o caso também de Beatriz, de apenas 3 anos, que afirmou que ela que queria correr, mas seu pai, Magno, acabou confessando que ele que quis trazer a sua filha para a festa: “Eu já corro, sou associado da Corpore. Ela veio por minha influência e estou gostando muito. O evento tem uma organização excelente com uma separação por faixa etária muito boa e tudo mais”.

Outros já descobriram a corrida há algum tempo e não precisam da influência de ninguém para participar. Igor, de 7 anos, estava acompanhado de seus primos que têm a mesma idade e já participou de outras provas: “Essa já é minha quinta corrida. Eu e meus primos treinamos junto na nossa escola, lá no Barro Branco.”

Quanto mais corredores terminavam a prova, mais cheia ficava a arena central, com as crianças se divertindo muito. E diversão deve ser o foco principal a ser trabalhado para o próximo evento infantil. Essa é a idéia de David. “O evento foi muito mais tranqüilo, pois tivemos as baterias por faixa etária acontecendo seqüencialmente. Tivemos um público muito maior do que o anterior pois quem aguardava ficava ali com muito conforto e tranqüilidade. Agora que encontramos um formato muito bom, o formato ideal para prova, para o ano que vem vamos investir nas festividades”.




 
Últimas notícias
Maratona de Nagoya
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Marcel Trinta

2002-2023 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH