Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Voluntários Corpore - Yves Mifano

05/01/2006, por Marcel Trinta

Prospectar terrenos, reuniões com investidores e bancos, contato com clientes, fiscalizar obras e plantões de venda... corrido, não? Quem iria imaginar que aquele membro da Corpore que está sempre sorridente, fazendo piadas e descontraindo os corredores teria esse trabalho diário. Esse é Yves Mifano, que além de tudo isso consegue encontrar no seu dia-a-dia tempo para fazer seus treinamentos de corrida e trabalhar como voluntário da Corpore. E numa função importante, a de tesoureiro.

Formado em 1970 em engenharia civil, Yves fundou em 1974 uma Construtora e Incorporadora , a CYM Yves Mifano Empreendimentos Imobiliários ltda. “Decidi entrar no ramo de construção porque achei que era um dos poucos ramos no qual eu poderia algum dia ter firma própria . Se fosse, por exemplo, para a engenharia automobilística seria impossível”, afirma Yves.

Com um trabalho muito dinâmico, já que além de cuidar da gestão interna de empresa precisa ter contato com clientes, investidores, imobiliárias, agências de propaganda, bancos, etc., Yves conta que se desloca bastante e não tem rotina. “Acabo não tendo horário fixo no trabalho”.

Com toda essa correria no dia-a-dia não tinha como ele não escolher a corrida de rua como um dos seus esportes preferidos. Apesar de praticar diversos esportes, tornou-se um corredor há 21 anos com o objetivo de melhorar a saúde e acabou encontrando diversos motivos para dar seqüência numa atividade que apenas começara. “Pouco antes de começar a correr eu jogava tênis, mas encontrei grandes vantagens na corrida: não há necessidade de quadra, bola, parceiro, tempo firme e dá para conversar correndo. E apesar de não precisar de parceiro, conheci muito mais gente correndo do que quando jogava tênis. Além disso descobri que os corredores têm mais afinidades do que praticantes de outros esportes. E isto acho uma das grandes qualidades desse esporte”

Depois que adotou a corrida como esporte, não demorou muito para que Yves se envolvesse com a Corpore, sendo ele um dos que colaboraram para que Corpore a retomasse as atividades no início da década de 90. “Meu início na Corpore foi junto com o Octávio Aronis, David Cytrynowicz e alguns outros quando pegamos a entidade para que ela voltasse à ativa e acabou virando o que é hoje em dia. Inclusive chegávamos a cooperar com os recursos financeiros para fechar as contas do mês. Isso aconteceu várias vezes e tudo foi feito por amor ao esporte”, lembra Yves.

Hoje, como tesoureiro, Yves conta que seu trabalho está um pouco mais “aliviado”, pois a Corpore conta com um corpo executivo, tornando seu trabalho mais estratégico do que operacional. Nas provas, ele acaba ajudando em tudo um pouco, mas fica mais conhecido pelos atletas que conseguem chegar nas primeiras posições e recebem premiação em dinheiro: “Nas provas com premiação em dinheiro, eu faço o chequinho dos primeiros colocados e com isto eles, os corredores de elite, acabam me conhecendo. E isto gera uma situação engraçada: às vezes em treinos cruzo com eles ou eles passam por mim - o mais freqüente - e nos cumprimentamos e os amigos em volta ficam impressionados do pessoal de elite me conhecer”.

Trabalhar nas provas e não corrê-las é muito gratificante, segundo Yves. Mas não é só isso. Fazer parte da entidade é motivo de muito orgulho e alegrias para nosso tesoureiro: “Apesar de eu me dedicar a Corpore há muitos anos, acho que recebi muito de volta da Corpore e de muitas maneiras diferentes e provavelmente mais do que dei a mesma. Acredito que não há dinheiro que pague o que ganhei da Corpore nestes anos todos, seja em relacionamentos humanos e de outras maneiras”.



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH