Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Mais um passo na direção da inclusão social: PNEs largam junto aos demais atleta

03/08/2006, por Marcel Trinta

Depois de dois anos com o projeto de Guias Voluntários e a inclusão de premiação e largada diferenciada para os PNEs (portadores de necessidades especiais), a Corpore resolveu dar mais uma passo e aumentar a inclusão social: a partir da Corrida Centro Histórica Papaiz Bovespa, que será realizada no dia 13 de agosto, os PNEs largarão junto com todos os outros atletas, inclusive posicionado-se nos portões de ritmo.

“Quando iniciamos este trabalho, as largadas dos PNEs no Brasil não contavam com nenhuma diferenciação ou segurança para os mesmos. Muitos participantes, por exemplo, não entendiam quando viam corredores com uma cordinha amarrada ao pulso de outro atleta, não sabiam que se tratava de deficientes visuais. Hoje, temos duas premiações especificas para os PNEs por ano e, durante as provas do nosso calendário, já existe o reconhecimento dos outros participantes”, conta Mario Rollo, diretor-técnico da Corpore, lembrando do desenvolvimento do trabalho realizado junto aos PNEs ao longo desses 2 anos.

A conscientização dos atletas e participação dos guias também evoluiu muito nesse período. “Os Guias Voluntários desempenham um papel importantíssimo, pois são eles que protegem os PNEs e dão suporte imediato se surgir qualquer contratempo. Eles desistem de alcançar seu próprio resultado para acompanhar os PNEs durante o evento desempenhando um trabalho de coadjuvante e com alto desprendimento pessoal. Hoje contamos com pessoas aguardando para serem chamadas como Guias Voluntários”, afirma Mario.

Mas o mais importante dessa mudança é saber se os PNEs estão preparados para largar no meio da multidão. Segundo Mario Rollo, “os PNEs têm muita vontade e ao longo de dois anos partimos do zero e desenvolvemos diversas ações facilitadoras para eles. A largada junto aos outros atletas não será problema algum”.

Nesse sentido, o que num primeiro momento pudesse ser entendido como um retrocesso, isto é, eliminar um “privilégio conquistado”, na verdade, à luz de uma visão mais ampla pode ser entendido como um avanço conquistado na direção da inclusão.



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH