Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Inovação mundial: Corpore utiliza tecnologia inédita na Corrida do Centro Histór

13/08/2007, por Marcel Trinta

Na manhã de 12 de agosto de 2007 foi realizada a XII Corrida Centro Histórico Corpore Bovespa, evento muito tradicional, mas que trouxe uma inovação mundial, com uma ferramenta nunca antes utilizada em nenhuma prova de corrida de rua: a cada km, durante todo o percurso, os atletas encontravam um relógio que marcava a quilometragem, o tempo de prova e o ritmo que o corredor estava!!

Com esse serviço inédito, introduzido pela Corpore e idealizado por Sergio Muller, da Chiptiming, ao passar por cada marcação de quilometragem os participantes recebiam uma informação muito importante para seu desempenho, conseguindo seu pacing (ritmo de prova) de forma automática e atualizada a cada segundo. “Achei muito bom, foi muito útil para mim, pois fiz uma prova progressiva e vi que meu tempo foi baixando. Me orientei pelo relógio. É uma novidade excelente e parabéns para a Corpore por ter feito isso”, afirmou Mario Mello, técnico da Mario’s Team e que participou da corrida.

A inovação foi importante para todos, desde os atletas que brigaram pelo pódio até aqueles que usam a corrida como um estilo de vida. “Coisa de 1º mundo. Nem precisa mais correr de relógio. Não olhei no meu relógio durante a prova e mesmo assim sabia meu tempo e ritmo”, afirmou o vencedor da corrida, Marildo José Barduco. A advogada corredora Michelle Seignier, vencedora na categoria advogados e quinta no geral, também aprovou a estréia dessa tecnologia: “Nem olhei no meu relógio, achei o máximo. Para quem corre é fundamental”. Até o atleta André Ramos, que representou o Brasil nas Olimpíadas de Atenas em 2004, elogiou a iniciativa: “Facilita a ter um controle melhor do ritmo”.

“Eu acho que a presença do relógio facilitou sim. Eu achei que foi uma idéia muito legal porque você vai correndo e ao mesmo tempo você vai controlando seu ritmo e eu procurei melhorar meu tempo durante o percurso. Eu acho que é um incentivo”, contou José Feitosa, participante da corrida.

Luiz Tavares, técnico da E.C. Tavares, elogiou a ferramenta inédita, mas não esqueceu de falar sobre outros aspectos que demonstram a preocupação da Corpore com os corredores: “Foi ótima a utilização dessa tecnologia e é interessante ter cada vez mais novidades para motivar o atleta. Mas outro serviço da Corpore que chamou a atenção dos atletas nas últimas provas é o número de peito com nome, que antes era um privilégio apenas da elite e hoje todos os corredores tem o número de peito com seu nome estampado”.



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH