Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

13ª Samsung 10K Corpore São Paulo Classic - Veja como foi

25/11/2007, por Marcel Trinta

Premiação
Resultados
Galeria de fotos

Já se foram 13 anos desde a realização da primeira edição da São Paulo Classic. E todo esse tempo serviu para tornar esse evento cada mais organizado, procurado, tradicional e internacional. E esses foram apenas alguns dos fatores que fizeram cerca de 12mil pessoas se dirigirem à região do Ibirapuera na manhã de 25 de novembro para participar da 13ª Samsung 10K Corpore São Paulo Classic / 6º Troféu Zumbis dos Palmares.

As lembranças da primeira edição da corrida ainda estavam na memória de Luis Antonio dos Santos, atleta que dividiu a primeira colocação com Elenilson da Silva na primeira edição da São Paulo Classic, em 1995, após um grande sprint final. “Sempre carreguei comigo a imagem daquela chegada. Quando temos um reconhecimento em vida é muito importante. Sempre vai existir essa emoção de correr e ser lembrado. Agradeço a Corpore pois poucas pessoas lembram do que a gente fez. Depois de tanto tempo estou aqui de novo”, afirmou Luis, que hoje é técnico de corrida e recebeu uma pequena homenagem durante o evento.

Nesta 13ª edição da prova, os participantes chegavam aos poucos e calmamente para a corrida, já que a retirada de kits com camiseta, chip e número de peito foi feita com antecedência. Por isso, era só chegar, utilizar os serviços da organização, fazer um bom aquecimento e partir para os 10km.

As primeiras a largar foram as atletas da elite feminina, às 7h45. A prova foi disputada e Maria Zeferina Baldaia correu lado a lado com Nancy Jepkosgei Kipron até o quilômetro 6, quando a queniana forçou o ritmo, aumentou sua distância e venceu a prova com 00:34:04. Baldaia chegou 36 segundos depois, mas estava muito contente com o resultado. “Graças a Deus foi uma ótima prova e o resultado foi uma surpresa, já que essa é uma corrida de alto nível e eu estava voltando de lesão”, contou a atleta brasileira que exibia as unhas pintadas com o logo da Corpore. “Foi uma homenagem ao pessoal da Corpore. Sempre participamos dos eventos e a entidade está de parabéns porque todos os eventos que organizam são maravilhosos”.

Entre os homens, a disputa durou todo o percurso. No quilômetro 5, os quenianos Titus Kosgli Kibii, Kiprono Mutai Chemwolo e Kosgei Kenneth Kiplino conseguiram abrir uma distância e foram se alternando na liderança. Nos últimos metros, Titus botou mais velocidade para conseguir vencer a prova. “A prova foi tranqüila e pude correr bem, fazendo um bom tempo. O percurso em nada me atrapalhou, pois estou acostumado a treinar no Quênia onde tem muitas subidas e descidas”, afirmou referindo-se ao aclive e conseqüente declive encontrado na av. Rubem Berta. Titus também contou que essa seria sua última corrida do ano no Brasil, pois voltará ao Quênia e só desce em terras brasileiras novamente em agosto.

Quem também fez uma ótima corrida foi Luis Paulo da Silva Antunes, que sempre acompanhou os ponteiros e em uma disparada no final ultrapassou Kosgei, garantindo o 3º lugar e acabando como o melhor brasileiro na prova. “Ano passado corri e fui 8º colocado. Esse ano vim treinando para a prova e consegui obter a 3ª posição, passei o Kosgei no final e estou feliz com a colocação. Tinha a pretensão de ficar entre os cinco e até pensava em ganhar, mas os quenianos vieram forte e estou contente com meu desempenho”, afirmou o atleta que há 4 anos está na elite de provas nacionais e internacionais.

Na ala “estrangeira” da prova, também estava Martha Morales, diretora da AIMS (Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Longa Distância), que, muito simpática, se mostrou impressionada e contente ao final da prova. “Foi uma das melhores corridas de 10km que corri na minha vida. Gostei muito, do clima, da tecnologia, as pessoas... gostei muito da corrida. Tenho certeza que o Congresso em 2009 será um sucesso”, afirmou referindo-se ao Congresso Mundial da AIMS que será realizado em 2009 juntamente com a Meia Maratona Corpore da Cidade de São Paulo, a meia maratona oficial da cidade. Martha também destacou os relógio colocados a cada km do percurso e que mostram o tempo de prova e o ritmo da corrida, inovação mundial introduzida pela Corpore.

Com o final da prova, deu-se início à cerimônia de premiação. Os 10 primeiros colocados masculino e feminino receberam premiação em dinheiro, totalizando R$27mil líquidos. Além disso, os 5 primeiros colocados levaram troféus especiais e o primeiro colocado masculino e feminino, recebeu o 6º Troféu Zumbi dos Palmares.

Após essas premiações, foi hora dos médicos subirem ao palco para receber o Troféu Fleury. “Quando falamos em promoção de saúde, o médico tem papel fundamental nisso. Temos que dar um estímulo aos médicos para eles também indicarem a corrida de rua aos pacientes. Medicina não é para tratar doença, mas estimular saúde”, afirmou o dr. Rogério Rabelo, representante dos Laboratórios Fleury, sobre a idéia dessa premiação. Rogério inclusive correu os 10km, pois, segundo ele, “em casa de ferreiro o espeto não pode ser de pau”.

As premiações não pararam por aí. Ainda houve entrega de troféus para faixas etárias e para equipes, acompanhadas por um grande número de espectadores. “O evento superou nossas expectativas, a organização foi muito boa e só estou recebendo elogios. A Samsung vai continuar nas corridas de rua e esperamos continuar conversando com esse público. Hoje em dia as pessoas trabalham demais e participar de eventos como esse é muito legal”, disse Ricardo di Sora, gerente de marketing esportivo da Samsung.

Entre uma premiação e outra, produtos oferecidos pela Samsung eram sorteados entre os presentes, que ao final do evento puderam ir para casa talvez sem perceber que foram peças marcantes em mais um capítulo dessa história que a São Paulo Classic vem escrevendo há 13 anos.

 

Premiação

 


Premiação Geral


Nancy Jepkosgei Kiproni FILA 00:34:04
Maria Zeferina Rodrigues Baldaia E.C. Pinheiros 00:34:40
Chemtai Rionotuki Athleticsport/ Luasa 00:34:57
Eunice Jepkirui Kirwa FILA 00:35:38
Maria Lucia Alves V. Moraes ----- 00:36:06
Isabel Cristina Feliciano Construtora Morais Rego 00:36:22
Selma Candida dos Reis FILA 00:36:29
Simone Alves da Silva Montevérgine/ Dominicana 00:36:34
Nadir Sabino Siqueira BMF Atletismo 00:37:50
10° Rosangela Figueiredo Silva E.C. Tavares 00:38:58
Titus Kosgli Kibii FILA 00:29:37
Kiprono Mutai Chemwolo Athleticsport/ Luasa 00:29:44
Luis Paulo da Silva Antunes Cruzeiro Esporte Clube 00:30:04
Kosgei Kenneth Kiprino FILA 00:30:09
José Telles de Souza E. C. Pinheiros/ Mizuno 00:30:12
Mutai Kipkemi Athleticsport/ Luasa 00:30:26
Domingos Nonato da Silva Maranata 00:30:35
Reginaldo Junior da Silva Pão de Açúcar/ BM&F 00:30:40
Marildo José Barduco Montevérgine 00:30:49
10° Alex Januário Papa Léguas/ Edisa 00:30:56




Premiação Médicos


Márcia Cardinali Avulso 00:46:05
Selma Nakakubo TYLENOL 00:47:25
Isabel Cristina Shibuya Advaldo 00:48:17
Eliane Oliveira Neves Mário's Team 00:49:48
Mônica Samuel Ávila Sandro Marcondes 00:52:36
José Luiz Reginato Lopes Race 00:40:04
Ruy Ferreira Iacoponi Junior Run&Fun 00:40:29
Ernesto Fumio Ueno Avulso 00:41:33
Cristiano Senaga Avulso 00:40:59
Pedro Custodio Borges MPR - Assessoria 00:42:46


Faixas Etárias

A prova trouxe premiação com troféu para os 3 primeiros colocados em cada faixa etária. Clique aqui e confira o resultado de cada uma delas.




 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH