Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Maratona TAM de Revezamento Rio - Veja como foi

13/07/2008, por Marcel Trinta

Galeria de fotos

Mais um domingo com um belo dia, sol e pessoas animadas e bem dispostas no Rio de Janeiro. Um cenário normal, no qual a única coisa que o diferenciava era a realização da Maratona TAM de Revezamento Rio - Fuzileiros Navais-200 Anos, a segunda prova com organização Corpore realizada na cidade.

Com a parceria do Corpo de Fuzileiros Navais, o evento teve seu início antes do próprio domingo, já que na sexta-feira e sábado (11 e 12 de julho) aconteceu a retirada de kits no Monumento aos Pracinhas, localizado no Aterro do Flamengo.

Com camiseta, pulseira de revezamento, número de peito e chip de cronometragem já em mãos, os participantes do evento chegavam aos poucos na arena montada em frente à praça Cuauhtémoque, de onde tivemos a largada exatamente às 7h30.

Os primeiros atletas de cada equipe saíram para os seus quilometros iniciais, sendo que a distância era variada de acordo com a equipe (duplas, quartetos e octetos). O clima de confraternização estava muito claro e os membros das equipes, mesmo aqueles que largariam mais tarde, já estavam logo cedo acompanhando seus companheiros, como aconteceu, por exemplo, com o quarteto de Luiz Cazini Junior. "Viemos todos juntos e vamos apoiar um o outro, ajudar o outro para conseguirmos uma boa prova", afirmou o atleta, complementando com visões gerais que teve sobre o evento: "A prova está muito boa, uma ótima organização, tudo muito bonito, só temos a agradecer a Corpore por trazer esse evento ao Rio". Antonio Carlos Ferreira da Silva, da Equipe Rocinha, também compartilhava da opinião de Luiz e afirmou ao completar o seu trecho que "a organização está sendo uma das melhores do ano".

Carlos Henrique Barbosa era um dos inscritos que ficavam ao lado do percurso incentivando seus colegas. "Serei o terceiro da equipe, mas já estou aqui pra apoiar a equipe e estou gostando muito dessa minha primeira prova... um dia muito bonito, gente bonita, comerei uma fruta daqui a pouco... isso dá todo um aspecto saudável ao evento".

Por ser um evento com várias opções de distâncias (cerca de 5km, 10,5km e 21,1km), a prova trouxe a possibilidade de diversos atletas participarem, trazendo muitos corredores que estavam fazendo a sua primeira prova, como foi o caso de Carlos Henrique e também de Carolina Penatieri. "É a primeira vez que participo de corridas de rua e essa prova é muito importante, por eu também ser da Marinha. Essa nova experiência está sendo muito legal", afirmou Carolina se mostrando muito disposta a repetir a dose.

Concomitantemente ao evento, tivemos também a disputa de Corrida dos Batalhões dos Fuzileiros Navais, no qual batalhões com 23 atletas corriam juntos 10km e deveriam estar agrupados durante todo o percurso, desde a largada até a chegada. Essa competição chegou a sua 21ª edição e foi disputada junto aos civis, o que trouxe um estímulo maior para todos. E, nesse ano, o Batalhão Humaitá conseguiu se tornar pentacampeão. "É a primeira vez que tenho a honra de participar desse batalhão e estou emocionado de vencer nessa prova que marca os 200 anos dos Fuzileiros Navais", afirmou o Tenente Glauber.

Não só ele, mas cada um daqueles que completavam seus desafios, se mostravam extremamente satisfeitos, seja na linha de chegada, completando a prova para a equipe, seja nos postos de trocas. Maria de Fátima, da equipe que conseguiu o 2º lugar entre os quartetos femininos é uma das atletas que mais participa do Circuito Corpore, indo do Rio para São Paulo para participar dos eventos, já se mostrava contente ao completar seu trecho quando ainda nem imaginava qual seria o resultado final da sua equipe. "Sempre corro as provas da Corpore e hoje, na minha cidade, tinha que vir. Estava tudo bom aqui, tudo o que esperamos da Corpore normalmente".

Até quem teve que pegar o sol mais forte, fazendo a segunda parte do revezamento das duplas não se mostrava cansado. Pelo contrário: "Peguei sol, mas já estamos acostumados. Meu companheiro fez um primeiro trecho muito bom e depois tive que manter. Só espero que a prova se repita, pois a Corpore faz um trabalho muito bom com os corredores", afirmou Juarez dos Santos Chaves, integrante da dupla primeira colocada.

"O evento foi excelente para marcar a parceria entre a Corpore e Corpo de Fuzileiros Navais, logo nos 200 anos dos Fuzieliros, uma data especial para nós. A prova foi coroada com êxito e um ótimo dia e acho que todos ficaram muito felizes", afirmou o Comandante Gavião, oficial da Marinha responsável pela prova.

As palavras do Comandante foram reafirmadas por David Cytrynowicz, presidente da Corpore, ao, no fim do evento, comentar sobre a segunda corrida de entidade na cidade do Rio de Janeiro. "A parceria com o Corpo de Fuzileiros Navais foi excepcional. O envolvimento da Corporação foi imenso e, para o ano que vem, vamos trabalhar e batalhar para trazermos um maior público".



 
Últimas notícias
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
Curso Nacional de Nutrologia
 
Por: Marcel Trinta

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH