Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 
 

Palavra do Presidente*

Corredores, sinal de alerta: Nosso espaço está ameaçado.

Muitas vezes falamos do crescimento do movimento da corrida, seus benefícios para a vida das pessoas, as conquistas decorrentes de objetivos alcançados e superados por novos desafios, e assim por diante. Eu realmente gostaria de estar abrindo esta nova fase da Corpore com o lançamento do novo site, falando outra vez das conquistas e das novas metas, tais como a Maratona Corpore, em 27 de abril de 2003. No entanto deixarei esse desejo para outro momento, uma vez que temos um grande desafio pela frente: a manutenção dos nossos espaços que estão gradativamente correndo perigo.

Todos sabem que, tradicionalmente, a Corpore busca novas opções de percursos para suas corridas, visando alcançar dois objetivos principais: primeiramente, buscamos novidades que motivem os corredores, através da nossa criatividade, e em segundo lugar, locais que possam abrigar o número crescente de aficcionados.

Mas as opções são cada vez mais difíceis. Nossas ruas são estreitas e os locais para as arenas também são restritos. Além do que, o fechamento do percurso - necessário à segurança do atleta - deve corresponder às normas técnicas que assegurem fluxos alternativos para o trânsito. Portanto, manter as poucas opções que já temos é de vital importância.

Como vocês notaram, a 8ª Edição dos 10km Corpore São Paulo Classic, que acontecia normalmente no Alto de Pinheiros, aconteceu na Av. Rubem Berta. Esta mudança foi decorrente de uma ação judicial, impetrada pela Associação de Moradores da Região, impedindo que qualquer evento ocorresse no Parque Villa Lobos.

Sabemos que eventos, tais como, shows de música ou corridas, todos os finais de semana, trazem desconforto para os moradores próximos dos Parques. E sabemos também, das dificuldades que uma cidade como São Paulo tem, e de todos os interesses que devem ser conciliados. No entanto, conciliar todos os interesses é tarefa do poder público e de instituições civis, tais como, associações de bairros ou representativas da comunidade, como a Corpore.

Shows de música ainda tem outros locais possíveis para a sua realização. Como corredores de rua, encontramos somente no espaço público - ruas, parques e alamedas - os locais para desenvolvermos nossa atividade. Se permitirmos que as Associações de Bairros impeçam radicalmente nossa atividade, em pouco tempo estaremos sem espaço para as corridas.

Como já disse, queremos um convívio equilibrado, onde todos os setores da sociedade possam ter seus direitos e necessidades respeitadas. Portanto, não podemos aceitar que moradores próximos às áreas públicas queiram tê-las como extensão de seus quintais, afinal, essas áreas são de uso comum, de uso público. Quem busca silêncio absoluto e privilégio absoluto, deve buscar isso somente no isolamento, e não em uma metrópole como a nossa.

Já somos hoje, centenas de milhares de entusiastas de caminhada e corrida, e no exercício da nossa cidadania, respeitando os interesses da comunidade em geral, não podemos esquecer das nossas próprias necessidades, que são saudáveis, agregadoras, socializantes, e que deveriam ser adotadas por um número cada vez maior de pessoas.

Esta é a nossa tarefa como entidade e para tal necessitamos cada vez mais do apoio da comunidade de corredores.

Contamos com vocês!

David Cytrynowicz
Presidente

*Texto também disponível no link Corpore - a entidade





 
Últimas notícias
Livro Missão Corpore
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: David Cytrynowicz

2002-2021 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH