Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Minha História - José Figueiredo

04/12/2003, por Flávia de Almeida Prado

Voltar para Menu das Histórias de Corredor
*Texto de no máximo 4 mil caracteres [ou duas (02) páginas]
**máximo cinco (05) Imagens em JPEG - resolução 150 DPIS
OS TEXTOS SERÃO REVISADOS E EDITADOS SEGUNDO CRITÉRIOS DE REDAÇÃO CORPORE.ORG.BR
Exclusivo para Associados Corpore

José Figueiredo - Corredor Associado Corpore em Minha História

Moro no Rio de Janeiro, e a corrida 10K Corpore São Paulo Classic/ Zumbi dos Palmares foi a minha primeira participação em uma corrida de rua em São Paulo. Então, aproveito a oportunidade para tecer algumas considerações.

No sábado, me dirigi ao local indicado para pegar o kit e constatei a excelente infra-estrutura montada para receber os atletas, com pessoas atenciosas no atendimento, prontas para fornecer qualquer informação. O único senão, no meu ponto de vista, foi a distância do local, pois não conhecendo os bairros de São Paulo, tive dificuldades em encontrar a AMCHAM.

No domingo, cheguei cedo ao estacionamento da Assembléia e fiquei maravilhado em ver a quantidade de equipes, cada uma com sua barraca e pessoal de apoio (inclusive a minha - Find Yourself), orientando, fazendo alongamento, fornecendo as últimas instruções. Um colorido muito bonito. Pensei comigo: “taí o que você nunca viu!”.

Fiquei um pouco receoso por ocasião da largada, pois a massa de corredores era muito grande e, na maioria das vezes, é aquele empurra-empurra. Apenas por precaução, para não sair no meio da massa, procurei a placa de 4 minutos. Mesmo esta não sendo a minha pretensão de tempo, pois parei de treinar durante 35 dias em virtude de uma lesão na panturrilha. Enfim, entrei quietinho, bem na frente. Rezei para que nada de ruim acontecesse, como cair, ser empurrado, perder os óculos, etc. Ledo engano! A educação dos corredores (creio que a maioria era de paulistas) é digna de elogios. Todos largaram sem atropelos, trotando, até que cada um conseguiu seu espaço para correr. Fiz o mesmo.

Que sensação gostosa correr na Avenida 23 de Maio: sobe um pouco, desce, vou me distraindo lendo os anúncios. Levo um susto em virtude do barulho de um avião. Papéis prateados caem sobre minha cabeça e logo pego o primeiro copo de água: GELADA!! Lembrei-me das corridas anteriores, inclusive maratonas, onde serviram água exposta ao sol.

 

 

 

Finalmente vejo o retorno. Olhei para o relógio e vi que estava correndo dentro do previsto. Concentrei-me, melhorei a passada, cumprimentei colegas de equipe que estavam na outra pista e, lá fui eu pensando na apoteose da chegada. Faltando uns 500m senti algo na panturrilha e diminuí. Mas ainda assim algo me empurrava para manter o ritmo.

Ao entrar no corredor, escutei alguém gritar: “vai que dá Figueiredo!”. Olhei rapidamente e vi um colega de equipe que incentivava os participantes. Aí, esqueci qualquer dor e arranquei, dando aquele sprint e cruzei o tapete, sentindo-me o ganhador da prova, cheio de saúde. Essa é a diferença quando se participa de uma corrida super organizada.

Descansei uns minutos e fui pegar a medalha de participação. De volta ao Rio de Janeiro, comentei com meus colegas tudo o que vi, incentivando-os a associarem-se à Corpore. Ao checar o resultado no site da Corpore, li que havia obtido o 10° lugar na faixa etária.

Deixo aqui o meu depoimento, parabenizando toda a equipe da Corpore, que de maneira direta ou indireta, trabalhou para que a São Paulo Classic/ Zumbi dos Palmares ocorresse de maneira tão brilhante.


Associado Corpore: Gostou da história que acabou de ler? Pois então colabore com esta coluna. Divida suas histórias com outros corredores. Para isso, nos envie seu texto* e imagens** para [email protected] e aguarde a publicação aqui no site! Participe





 
Últimas notícias
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
Calendario de Eventos AIMS
Calendário AIMS
 
Por: Flávia de Almeida Prado

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH