Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

37ª Prova Pedestre Sargento Gonzaguinha 2003 - Saiba como foi

15/12/2003, por Flávia de Almeida Prado



Neste domingo, 14 de dezembro, foi realizada a 37ª Prova Pedestre Sargento Gonzaguinha. O percurso de 15km desafiou milhares de corredores inscritos, que encararam o sol e o asfalto quente. Foram colocados três postos de hidratação durante o percurso, mas um na arena após o funil de chegada.

 

 

 

A disputa entre os corredores da elite masculina foi grande, e na altura do km 9, Marilson Gomes Dos Santos ganhou distância dos outros competidores, tomando o primeiro lugar, definindo o resultado da prova. O atleta da equipe Pão de Açúcar-BM&F cruzou a linha de chegada em 00:44:23, seguido de Frank Caldeira de Almeida - Arpoador-Pé de Vento-Petrópolis - com 00:44:47 e Genilson Junio da Silva - Cruzeiro Esporte Clube BH - com 00:45:27.

 

 

A atleta que obteve a melhor colocação na disputa foi Sirlene Sousa de Pinho - Mizuno-Memorial-Unicsul. O nível técnico das competidoras confirmou o desafio e a importância do evento. A reconhecida atleta Maria Zeferina Rodrigues Baldaia - Santa Elisa Mizuno -; vencedora da São Silvestre de 2001, chegou em segundo lugar na competição, seguida por Marlene Moreira da Silva - Mizuno. Sirlene fez a prova em 00:52:55, Zeferina em 00:55:11 e Marlene em 00:57:05.

 

 

Os organizadores do evento premiaram os três primeiros colocados na categoria geral feminina e masculina. O vencedor recebeu como prêmio R$ 3000,00, o segundo colocado recebeu R$ 1500,00 e o terceiro R$ 750,00. Para a categoria Polícia Militar, masculino e feminino, houve também uma premiação de R$ 1000,00, para o 1º lugar, R$ 500,00 para o 2º lugar, e R$ 250,00 para o 3º lugar.

 

 

 

Após a cerimônia de premiação, os atletas vencedores permaneceram próximos ao palco tirando fotos com outros corredores amadores e concedendo entrevistas a jornalistas, da grande imprensa, que cobriram o evento.

Veja abaixo algumas fotos e aguarde: em breve será publicada a galeria de fotos!

 

 

 

Marilson: Tive que fazer uma pausa de 40 dias no meu treinamento. Voltei a treinar há um mês e meio e esta foi minha primeira prova. Me senti bem preparado, mas ainda preciso melhorar o ritmo de competição, participar de mais provas. Ainda não confirmei se vou correr a São Silvestre, porque meu objetivo principal para este começo do ano é participar de uma maratona fora do país. Vamos ver como vai ser... Estou feliz de ter vencido hoje.

 

 

Sirlene: Já tinha corrido esta prova no ano passado e fiquei em terceiro lugar, mas nesse ano consegui abaixar 2 minutos do meu tempo, e consegui vencer. Achei muito legal e estou feliz. Vamos ver agora como vai ser a São Silvestre. Espero ficar pelo menos entre as dez primeiras, pois já seria um bom resultado. Quem sabe entre as cinco. Ano que vem, pretendo treinar para a Maratona de São Paulo para estrear em provas de longa distância.

 

 

Zeferina: Correr mais uma prova foi maravilhoso. Estou feliz porque apesar de estar sem ritmo, já que estou voltando a participar de provas menores agora, consegui chegar hoje em segundo lugar, e estou muito feliz com a minha colocação. Estou também mais confiante que vai dar para brigar por um dos cinco primeiros lugares da São Silvestre. É o grande fechamento do ano. Em 2001 fui primeira, 2002 fui terceira, e pretendo colocar o Brasil, mais uma vez, em um dos lugares do podium. Ano que vem começa a busca do índice para as Olimpíadas. Quero o índice para a Maratona, e pretendo ir para Hamburgo em Abril para conquistar o índice. Provavelmente vou participar também de provas curtas, mas as Olimpíadas são minha principal meta.

 

Marlene – Foi bom correr a prova, mas esperava conseguir fazer um tempo um pouco melhor, por volta de 54 minutos. Mas infelizmente tive um mal estar abdominal durante o percurso e apesar de ter me recuperado, não consegui atingir a meta de tempo inicial. Agora meu objetivo é brigar pela São Silvestre, e ano que vem começo a busca pelo índice nas provas de pista de 1500m e 5000 para as Olimpíadas, e continuar com as provas de rua, que são muito especiais para mim.

 

   
Fotos Flávia A Prado





 
Últimas notícias
Livro Missão Corpore
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Flávia de Almeida Prado

2002-2021 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH