Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

2012 - II Circuito Infantil - Etapa I - Veja como foi!

25/06/2012, por Paula Diniz - texto e fotos


II Circuito Infantil de Corrida Contra o Câncer – 1ª Etapa – SP  23/06/2012

Dia 23 de junho foi um sábado ensolarado, friozinho e muito animado para as famílias que participaram do II Circuito Infantil de Corrida Contra o Câncer, no Estádio do Pacaembu. Cerca de 1.700 crianças de 4 a 12 anos correram, se divertiram e contribuíram para o tratamento de tantas outras que buscam superar o câncer. Toda a arrecadação foi revertida para projetos apoiados pelo Instituto Ronald McDonald, que há mais de 10 anos atua para elevar os índices de cura do câncer infantojuvenil em todo o país.

O evento foi realizado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, com patrocínio de McDonald´s, FSB Foods e realização da Corpore. A empresa McCain Foods também participou com a doação de R$ 10 mil em inscrições. Entre os beneficiados estavam as crianças da ADD - Associação Desportiva para Deficientes -, que ganharam suas inscrições.   

A festa teve início às 12h. A corrida foi dividida em cinco baterias, de acordo com a idade dos atletas mirim: crianças de 4 anos correram 50 metros; de 5 a 6, 100 metros; entre 7 e 8, 200 metros; entre 9 e 10, 300 metros; e as entre 11 e 12, 400 metros (volta completa na pista).

Todos os participantes ganharam camiseta e medalha.

Além da corrida, eles puderam se divertir em brinquedos como pula-pula, bungee trampolim e muitos outros montados próximo à entrada do Estádio.
















*Na foto, David Procaccia e Mariana Gomes, da área de Desenvolvimento Institucional.
David Procaccia, embaixador do Instituto Ronald McDonald em São Paulo, disse que o evento é focado na saúde, na família e na qualidade de vida, tanto das crianças que participam quanto daquelas que estão em tratamento para o câncer. “São crianças ajudando crianças que precisam. É um incentivo ao esporte e à solidariedade.” Ele explicou que a verba arrecadada no evento é destinada a projetos de instituições cadastradas que trabalham com a cura e o tratamento do câncer. Uma equipe do Instituto Ronald McDonald acompanha todo o andamento dos projetos cadastrados.
 

Mauro Costa, diretor do Estádio do Pacaembu, falou sobre o tripé "Esporte - Saúde - Educação" que sustenta as ações da Secretaria do Esporte. “O esporte dá disciplina e aumenta a probabilidade da criança crescer sadia; e tanto a saúde quanto a disciplina aumentam o aproveitamento que essa criança tem da educação.” Essa é a segunda corrida infantil que a Corpore faz no Estádio do Pacaembu. Sobre esse trabalho conjunto, Costa declarou: “A Corpore faz provas muito redondas e organizadas, afinal são muitos anos de experiência. É muito fácil trabalhar com a Corpore. E o Pacaembu tem toda a estrutura necessária para essas corridas. Além disso, trabalhar com crianças é uma enorme gratificação, o prazer é redobrado”.

*Na foto, da esquerda para direita: David Cytrynowicz, presidente da Corpore; David Procaccia, embaixador do Instituto Ronald McDonald em São Paulo; e Mauro Costa, diretor do Estádio do Pacaembu. 



David Cytrynowicz, presidente da Corpore, lembrou que essa foi a trigésima prova infantil da entidade. “Essa prova traz lazer, curtição e iniciação esportiva para as crianças. Todos os fundos vão para o Instituto Ronald McDonald. Vejo que esse evento tem duas fortes missões: a ajuda ao Instituto Ronald McDonald e a iniciação no esporte.








Raphael, 7 anos
“Foi legal participar. Cheguei em primeiro nos 200m. Faço judô, natação, inglês e toco violão”, contou, descrevendo sua rotina movimentada.


Arthur, 8 anos
“Foi minha primeira corrida. Cansa, dói um pouco a coxa, fiquei sem fôlego, mas é bom porque você fica mais rápido.”
João, 8 anos
“Já participei quatro vezes de corridas. Foi legal. No dia a dia jogo futebol e vôlei.”  
*Na foto: Arthur, João e Pedro.









 
Julio Cesar Alves Vaz, 5 anos

Há cinco meses terminou um tratamento de dois anos e meio com radio e quimioterapia para leucemia linfoide. Na quinta-feira ele tirou o catéter e sábado já estava participando da corrida. Correu os 100m.

*Foto abaixo: Julio Cesar, Cleonice Alves (mãe) e João Vitor (irmão).






Theodora, 7 anos

“Foi super legal! Já participei de muitas corridas, umas 15. Acho que fiquei em 5º. Para mim, o mais importante é participar.”



Tauany, 12 anos

“Vou correr os 400 metros daqui a pouco. Vou fazer o meu melhor.”

Franco M. Silva, pai de Tauany
“Trago minhas filhas porque é um incentivo ao esporte desde cedo, seja qual for a colocação.”









Clarissa, 8 anos

“É a primeira vez que participo de uma corrida. Vim com uma turma de amigos. É cansativo, mas quero participar de outras de novo.”

Patrícia Gouveia, mãe de Clarissa
“Trago minha filha para incentivar o esporte na vida dela e para ajudar as crianças em tratamento.”



Gabriela, 7 anos

“Corri os 200m. Fiquei em 4º. Esse é o segundo ano que participo. Não gosto de competir, gosto de brincar.”








 
=> VEJA MAIS FOTOS: http://migre.me/9F0Ub
 
Na primeira edição do Circuito, em 2011, as doações chegaram ao total de R$ 98.620,00.  Esse valor foi destinado a ações em apoio à criança e ao adolescente com câncer, por exemplo o apoio às ações da Casa Ronald McDonald São Paulo. “Esperamos repetir o resultado, promovendo um evento que estimula a prática de esportes e os hábitos saudáveis das crianças e dos adolescentes, e também a solidariedade”, disse Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

Esse ano a verba das inscrições beneficiará projetos em todo o país por meio do Programa Atenção Integral, que tem como meta dar apoio à qualificação e humanização da assistência oncológica, reduzir o abandono ao tratamento e incentivar o suporte psicossocial a crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer e seus familiares.
 
Sobre o Instituto Ronald McDonald e programas

O Instituto Ronald McDonald é uma instituição sem fins lucrativos cuja missão é promover a saúde e a qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer. Para isso, a organização desenvolve e coordena Programas (Diagnóstico Precoce, Atenção Integral, Espaço da Família e Casas Ronald Mc Donald) que possibilitam o diagnóstico precoce,  encaminhamento adequado e atendimento integral e de qualidade para os jovens pacientes e seus familiares. As principais fontes de arrecadação do Instituto Ronald McDonald são o McDia Feliz – maior e mais abrangente campanha nacional no combate ao câncer infantojuvenil – e a Campanha dos Cofrinhos, iniciativa que conta com a doação de trocos dos clientes dos restaurantes McDonald´s. Com mais de dez anos de atuação, o Instituto Ronald McDonald articula diferentes agentes da causa e destina recursos a projetos de construção e reforma de casas de apoio e unidades médicas, compra de equipamentos e veículos, capacitação profissional e apoio psicossocial a pacientes e familiares, entre muitos outros. Saiba mais sobre as fontes de arrecadação, os programas e as instituições beneficiadas em www.instituto-ronald.org.br  .
 
 


 
Últimas notícias
Livro Missão Corpore
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
 
Por: Paula Diniz - texto e fotos

2002-2021 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH