Siga a Corpore
A Corpore LinksContato
 

Minha História - Rodrigo Bota

13/07/2005, por Corpore
Voltar para Menu das Histórias de Corredor
*Texto de no máximo 4 mil caracteres [ou duas (02) páginas]
**máximo cinco (05) Imagens em JPEG - resolução 150 DPIS
OS TEXTOS SERÃO REVISADOS E EDITADOS SEGUNDO CRITÉRIOS DE REDAÇÃO CORPORE.ORG.BR
Exclusivo para Associados Corpore

Rodrigo Bota, corredor associado Corpore

Há milhares de exemplos de como a atividade física muda a vida de uma pessoa. Aí vai a história de como a CORRIDA mudou minha vida.

Agosto de 2003 - Com meus 29 anos, 12 quilos acima do peso, tratando de leve hipertensão arterial com remédios e levando uma vida totalmente sedentária. Era hora de mudar!!!!!!!! Tomei a decisão de pegar firme na academia e começar a caminhar. Era daquelas pessoas que quando mais jovem praticava esporte e tinha consciência do seu benefício para a saúde, mas por razões diversas tinha parado totalmente de me exercitar.

Quatro quilos mais magro, começo a ensaiar as primeiras corridas em janeiro de 2004. Lembro-me da primeira!!! Modestos 02 km sem andar nenhuma vez!!!!!!!! Nesse período conheci a CORPORE. Inscrevi-me para o 6,5 km da abertura em março. Nunca tinha participado de um evento de corrida até porque nem sabia que existia esse tipo de trabalho em SP. Após terminar a prova nos modestos quase 40 minutos eu pensei comigo mesmo: “Que maravilha de sensação!!!!” Foi nesse dia que eu me desafiei: Vou correr a São Silvestre de 2004!!!!! Nessa época era um sonho tão distante que algumas pessoas até davam risada quando ouviam eu falar nesse sonho. É impressionante a magia que essa prova desperta.

Depois da prova de abertura da Corpore comecei a trabalhar para conquistar o meu sonho. Livros, revistas, informação, testes de tênis adequado, tudo sobre corrida eu queria saber. Começo a treinar sozinho, mas respeitando meus limites. Participei das principais provas: Abertura, Exército, 10k Nike, Bombeiros, Centro Histórico, SP Classic, Gonzaguinha, Natal…..

Os treinamentos começam a fazer parte do meu dia-a-dia. Continuo a perder peso, melhorar meu condicionamento e minha qualidade de vida. Meus 03 treinos semanais passam a fazer parte da minha rotina de vida!!!!!!!!!!

O sonho da São Silvestre começa a despontar no horizonte!!!!!!!!!! Já em outubro eu tinha certeza que iria conseguir. Na SP Classic, corro os 10 km para fazer tempo (quem diria) e consigo meu melhor tempo do ano nos 10k. Corri a prova tão concentrado que nem percebia o que acontecia ao meu redor.

Dezembro 2004. - O mês começa com uma notícia maravilhosa: na consulta de rotina com meu cardiologista decidimos fazer um teste suspendendo o remédio contra a hipertensão. Após exames, para minha grata surpresa, eu poderia suspender o remédio graças à prática da corrida. Sai do INCOR em SP com lágrimas nos olhos!!!! Minha dedicação ao esporte fez minha pressão se normalizar. A CORRIDA seria meu remédio!!!!!!!!!

Super motivado para correr participo da prova do Gonzaguinha e a termino muito bem. Faço também o percurso da prova da São Silvestre 15 dias antes da prova. Estava tão focado no meu objetivo que passo a cuidar de cada detalhe. Alimentação, treinos, bom senso nas festas de comemoração de final de ano e principalmente na ceia de Natal, afinal de contas não poderia botar todo o trabalho de 01 ano a perder.

31 dezembro 2004 - Lá estava eu em frente ao MASP aguardando a largada. Eu fechava os olhos para poder acreditar que iria iniciar uma São Silvestre. A prova foi dura, muito calor…senti vontade de parar na subida da Brigadeiro, mas resisti. Quando chego na Paulista e vejo a chegada as lágrimas começam a saltar dos olhos. Eu tinha conseguido terminar uma São Silvestre!!!!!!!! Meus pais, minha esposa e meu irmão estavam na chegada me apoiando e naquele momento eu me sentia um verdadeiro campeão.Uma sensação maravilhosa invadiu meu corpo. Posso dizer que foi a melhor passagem de ano que tive em toda minha vida.

Humildade, disciplina e saúde foram coisas que a corrida me proporcionaram. Aprendi a adorar esse esporte e devo a ele uma fantástica mudança em minha vida.

As corridas com certeza irão prosseguir. Na empresa onde trabalho conseguimos montar um grupo de corrida. Não posso deixar de agradecer o Diego Lopez que me orientou na última semana antes da prova. Segui todas as dicas que com certeza me ajudaram bastante na hora da prova.

Agradeço também a Corpore pelo belíssimo trabalho que realiza proporcionando a divulgação e realização da corrida para o público em geral.

Associado Corpore: Gostou da história que acabou de ler? Pois então colabore com esta coluna. Divida suas histórias com outros corredores. Para isso, nos envie seu texto* e imagens** para [email protected] e aguarde a publicação aqui no site! Participe



 
Últimas notícias
Centro Histórico 2019
Meia Maratona 2019
Análise genética potencializa resultados de dietas e ati ...
Livro do Murakami
Treinamento Mental
Certificado AIMS Meia Maratona
Pesquisa dor nos ombros
Sedentarismo no Brasil
Global Running Day
Meia Maratona 2018
Centro Histórico 2018
 
Por: Corpore

2002-2019 Corpore. Todos os direitos reservados. Política de privacidade
Orgulhosamente desenvolvido pela FTECH